Segunda-feira, 19 de Abril de 2021
DIAGNÓSTICO

Ex-Cunhã-Poranga do Caprichoso descobre câncer ao se tratar da Covid-19

Jeane Benoliel contou nas redes sociais que teve que extrair metade do pulmão esquerdo após ter sido diagnosticada com um câncer



content_ERQ_4481_22A60F76-E3AB-4AA8-8CBD-26B017D2EBCB.JPG Foto: Arquivo/AC
08/04/2021 às 12:47

A ex-Sinhazinha, ex-Cunhã-Poranga e ex-Porta-Estandarte do Boi Caprichoso, Jeane Benoliel foi diagnosticada com câncer de pulmão. A informação foi confirmada pela própria Jeane em um vídeo divulgado nas redes sociais na manhã desta quinta-feira (8).

Segundo Jeane, a descoberta do câncer se deu durante o tratamento que ela estava fazendo contra a Covid-19. Com o resultado do primeiro diagnóstico, para não ter mais complicações, a artista foi submetida a uma cirurgia de remoção da metade do pulmão esquerdo.



No vídeo, Jeane relata que passou por momentos difíceis ao pensar nas duas filhas: Rafaela de 1 ano e Manu de 7 anos. Mas que a fé renovou suas esperanças de recuperação.

“Passou muita coisa ruim na minha cabeça. Pensei que não teria tempo de cuidar e ver minhas filhas crescerem. Pra mim tudo já estava perdido. Posso dizer que eu cheguei ao fundo do poço. [...] Todas as vezes que parece que eu vou fraquejar, recorro a Deus. Busco em Deus essa força que tem me trazido até aqui. [Estou] acreditando que já deu certo. Precisei passar por todas essas dores, todos os meus medos. Aprendi a respirar de novo. Agradeço a Deus pelo livramento de algo que pode ser tratado, que pode ser curado”, descreveu Jeane.

Legado

Em 2004, Jeane entregou o posto da “mulher mais bonita” da tribo. Ela estudava e trabalhava e não tinha como conciliar com as atividades do Caprichoso. Passaram-se oito anos quando novamente Jeane foi acionada pela diretoria do Boi Azul.

Na época, aconteceu um episódio inesperado do Caprichoso. Faltando uma semana para o Festival, a então porta-estandarte, Karynne Medeiros, pediu para sair e o Boi Azul ficou sem uma substituta. Nas redes sociais fizeram uma campanha pedindo o retorno de Benoliel. A diretoria entrou em contato com ela, fazendo uma proposta pra ela assumir a missão.

Em apenas quatro dias, Jeane defendeu um item que ela nunca tinha feito. E pelo desempenho, conquistou o troféu de Porta-Estandarte do Ano. Premiação que ela doou para a galeria de troféus do Caprichoso.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.