Quinta-feira, 22 de Agosto de 2019
Homicídio petrópolis

Ex-cunhado mata estudante por não aceitar separação

Janderson ficou com raiva da vítima por ela ter ajudado a mulher dele a sair de casa há três dias, no bairro Lírio do Vale, na Zona Oeste, e retornado para casa dos pais, onde aconteceu o homicídio



1.jpg Estela (de óculos) ainda chegou a ser socorrida por vizinhos, mas morreu ao dar entrada no hospital
01/05/2013 às 13:05

A estudante Estela Silva de Souza, de 21 anos, foi morta pelo ex-cunhado, Janderson de Oliveira Freitas, de 27 anos, na manhã desta quarta-feira (1º), na rua Aristides Rocha, no bairro Petrópolis, na Zona Sul de Manaus. A estudante foi atingida com dois tiros no peito, enquanto dormia ao lado da irmã de 17 anos.

O suspeito estava separado há três dias de outra irmã da estudante, Elida da Silva Tavares, de 27 anos. Ele ficou com raiva de Estela por ela ter ajudado a mulher a sair de casa, no bairro Lírio do Vale, na Zona Oeste, e retornado para casa dos pais, onde aconteceu o homicídio.

De acordo com a adolescente de 17 anos, o homem esperou a ex-mulher sair da residência para comprar pão e entrou pelo portão que ficou entreaberto. Ele foi até o quarto onde dormiam as irmãs e atirou à queima-roupa em Estela. Nove pessoas estavam na casa na hora do crime e acordaram com o barulho dos tiros.

Janderson saiu correndo do local e fugiu em uma moto Titan de cor preta e placas não identificadas. Segundo a adolescente, o casal estava junto há pelo menos sete meses. Elida havia se separado porque ele era acostumado a agredi-la e não suportava mais viver com o suspeito. Estela se prontificou a ajudar a irmã e Janderson prometeu se vingar se a mulher não voltasse.

A estudante ainda chegou a ser socorrida por vizinhos e foi levada até o Hospital e Pronto-Socorro 28 de Agosto, mas morreu ao dar entrada na unidade de saúde. Segundo familiares da vítima, Janderson tem envolvimento com o tráfico de drogas e atuava como ‘boqueiro’ no bairro onde morava com a ex-mulher.

Policiais militares da 3ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom) foram acionados e estão à procura do suspeito. No site do Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM), Janderson responde por dois crimes, um homicídio e um roubo.

Receba Novidades

* campo obrigatório

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.