Terça-feira, 20 de Agosto de 2019
GRANDE NOME

Ex-porta-bandeira da Aparecida, Ednelza Sahdo participa do desfile da verde e branca

Integrante da escola desde a sua fundação, a animação e a folia da personalidade marcaram sua passagem na avenida



edneuza_2E563368-7A84-458D-9F4A-291DFA264F4F.JPG Foto: Sandro Pereira
03/03/2019 às 06:41

A icônica ex-porta-bandeira Ednelza Sahdo apareceu na cadeira de rodas como parte da primeira ala do enredo da Mocidade Independente da Aparecida. A escola fecha o desfile do grupo especial das escolas de samba de Manaus neste domingo gordo (3).

Integrante da escola desde a sua fundação, a animação e a folia da personalidade marcaram sua passagem na avenida, não deixando espaço para as adversidades. Em diversos momentos, pôde-se perceber a reverência respeitosa à atual porta-bandeira da escola verde e branca trazendo o pavilhão da agremiação.

Para quem conhece a escola, vê que a bagagem de histórias vividas não se resume a itens de destaque. O matemático Edevaldo Fialho comemorou a 30° vez em que participa do desfile da escola.

“Fui convidado por um amigo e fiquei pela identidade que encontrei na escola. Todo ano, a concentração é um ritual marcante pra mim porque sempre toca o samba que nos rendeu o título de campeão no primeiro ano em que fui membro da comissão. É o aquecimento perfeito, antes de entrar na avenida, lembrar da minha primeira vez em que vencemos a competição. Sinto que vamos ganhar mais uma vez”, falou.

Hoje, ele já virou brincante e desfila na ala 12 com a esposa, a filha e amigos.

Outro ponto de destaque do enredo foi a volta do diretor de alegoria, Glaucivan Silva, após 12 anos afastado devido ao envolvimento técnico com carnavais do Rio de Janeiro, São Paulo e Vitória. 

Membro do grupo técnico do boi Caprichoso, ele também tem experiência em confecções natalinas. "Voltei depois de seis anos afastado do Carnaval manauense por um convite da diretoria. Espero contribuir com a grandiosidade dessa festa junto aos meus amigos como um verdadeiro filho pródigo", declarou.

Ficha técnica

Escola: Mocidade Independente de Aparecida      

Enredo: “Égua, maninho! Espia só! [...] Que aqui também tem Pará!”

Fundação: 15 de março de 1980

Componente: 3.800

Entrada na avenida: 05h20

Receba Novidades

* campo obrigatório

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.