Publicidade
Manaus
Manaus

Ex-presidiário é executado por supostos traficantes na comunidade da Sharp

Segundo a mãe da vítima, a auxiliar de serviços gerais, Rosângela Feitosa, 37, o filho estava sendo ameaçado de morte por causa de um namoro antigo 15/02/2015 às 12:48
Show 1
Testemunhas informaram que o mandante do crime foi um traficante da comunidade identificado apenas como "Pacu".
Fábio Oliveira ---

Com oito tiros de revólver, sendo quatro na cabeça, o ex-presidiário Rafael Costa de Souza, 21, foi executado na tarde de sábado, na comunidade da Sharp, bairro Armando Mendes, Zona Leste.

Ele tinha ido comprar marmita e, na volta para casa, na rua Moto Honda, foi abordado e morto por dois homens em uma motocicleta. Consta no registro da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS) que o autor dos disparos foi identificado apenas como "Rato" e o piloto da moto como "Silva".

 Segundo a mãe da vítima, a auxiliar de serviços gerais, Rosângela Feitosa, 37, o filho estava sendo ameaçado de morte por causa de um namoro antigo. "O Rafael ficava com uma menina há dois anos e um homem, que não irei mencionar o nome, gostava dessa pessoa e não admitia que ele ficasse com ela. Acredito que seja por causa disso", afirmou a mãe.

Testemunhas informaram que o mandante do crime foi um traficante da comunidade identificado apenas como "Pacu". A Polícia Civil ainda não localizou nenhum dos suspeitos, mas já investiga o caso. No site do Tribunal de Justiça (TJ-AM), a vítima respondia pelo crime de roubo praticado em 2011.

Publicidade
Publicidade