Publicidade
Manaus
Manaus

Exame de DNA aponta que Gabriela Belota foi estuprada por um dos assassinos

Rodrigo, por consequência, será indiciado pelo crime de estupro, além do triplo homicídio qualificado, porte ilegal de arma de fogo e maus-tratos de animais. 09/02/2013 às 12:05
Show 1
Rodrigo será indiciado pelo crime de estupro
acritica.com Manaus (AM)

A estudante de odontologia Gabriela Belota, 25, assassinada em  janeiro deste ano, foi estuprada por um de seus assassinos, Rodrigo de Moraes Alves. O crime foi comprovado por um exame de DNA. A Polícia Civil afirmou que só se pronunciará sobre o assunto após o Carnaval, quando haverá laudos complementares sobre o caso.

O processo sobre o assassinato de Gabriela Belota, a mãe, Maria Gracilene Roberto Belota, 52, e o tio Roberval Roberto de Brito, 63, está disponível para consulta no site do Tribunal de Justiça do Amazonas, graças à revogação do segredo de justiça pelo juiz substituto da 1ª Vara do Tribunal do Júri, Eliezer Fernandes Junior.

Consta no exame de DNA, assinado pelos peritos criminais Delson Tavares de Freitas Junior e Daniela Koshikene, que foram encontradas amostras de espermatozoides compatíveis com as de Rodrigo.

Rodrigo, por consequência, será indiciado pelo crime de estupro, além do triplo homicídio qualificado, porte ilegal de arma de fogo e maus-tratos de animais.

Entenda o caso

Maria Gracilene Belota, Gabriela Belota, e Roberval Roberto de Brito foram assassinados em suas residências, localizadas em locais distintos de Manaus, no dia 23 de janeiro. Horas depois, a polícia prendeu três suspeitos das mortes, Jimmy Robert de Queiroz (filho de Roberval), Ruan Pablo Bruno Cláudio Magalhães e Rodrigo de Moraes Alves.

Segundo a polícia, as mortes foram motivadas por uma herança avaliada em R$ 200 mil. Os três suspeitos confessaram participação no crime. Dois deles atribuíram a Jimmy o planejamento das mortes e confessaram serem os executores das três vítimas.Rodrigo e Pablo Ruan alegaram que receberiam parte da herança, conforme acordo com Jimmy. Já o mentor, assegurou que tinha uma relação conflituosa com o pai, o que motivou a vingança.

Publicidade
Publicidade