Publicidade
Manaus
'PENTE FINO'

Exército e Polícia Militar fazem 'varredura' no Complexo Penitenciário Anísio Jobim

Previsão é de que a ação termine por volta das 15h; equipes procuram materiais ilícitos e até mesmo eventuais rotas para fugas de detentos 06/03/2017 às 08:44 - Atualizado em 06/03/2017 às 11:05
Show whatsapp image 2017 03 06 at 08.34.11
Exército entrou na cadeia no início da manhã de hoje (Foto: Divulgação / PM)
acritica.com Manaus (AM)

O Complexo Penitenciário Anísio Jobim (Compaj) passa por uma varredura completa na manhã desta segunda-feira (6). A Operação está sendo conduzidas pelas Forças Estaduais de Segurança e Forças Armadas, com a participação da SSP-AM, Polícia Militar, Polícia Civil, Polícia Rodoviária Federal, Comando Militar da Amazônia (CMA), Aeronáutica, Samu, Força Nacional, Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap) e Corpo de Bombeiros.

Desde janeiro, após a crise no sistema penitenciário do Amazonas que culminou na morte de mais de 60 detentos, o Governo do Estado formalizou o pedido ao Governo Federal para  a atuação do Exército nas cadeias amazonenses. Os equipamentos usados pelo Exército são capazes de encontrar armamentos enterrados, escondidos em baixo da água e até no gelo.

De acordo com o coronel Cláudio Cavalcante, do Comando de Policiamento Especializado (CPE) da Polícia Militar, cabe aos policiais retirar os presos das celas para que o Exército faça o 'pente fino' nos locais, à procura de materiais ilícitos ou mesmo de eventuais rotas de fuga.  De acordo com ele, a previsão é de que o trabalho se encerre por volta das 15h.

Publicidade
Publicidade