Publicidade
Manaus
Mobilidade urbana

Faixa Azul da avenida Umberto Calderaro está 'sumindo' e confundido motoristas

Pista exclusiva para ônibus não entrou em funcionamento, mas tinta no asfalto já está se apagando 09/04/2016 às 03:05
acritica.com Manaus (AM)

A faixa azul da avenida Umberto Calderaro Filho, na Zona Centro-Sul, pintada em agosto do ano passado está se apagando sem ter entrado ainda em funcionamento da pista exclusiva nesta via.

Os motoristas, que desde o início eram contrários à implantação, mas procuraram se adaptar, já voltaram a utilizar toda a extensão da caixa de rolagem, principalmente em horários de picos.

Quando foi implantada, o Instituto Municipal de Engenharia e Fiscalização do Trânsito (Manaustrans) havia informado que, com a sinalização, os condutores teriam 30 dias para se adaptar ao novo corredor. Somente depois desse período, a prefeitura anunciaria como será realizada a fiscalização, o que não aconteceu até hoje.

“Este trecho é muito congestionado, não tem como implantar um corredor exclusivo aqui. Para piorar, a faixa é estreita e os motoristas de ônibus precisam passar para a outra via. Por isso ela já está se apagando, eles passam por cima dela”, contou o ambulante Manuel Cardoso, 49.

A faixa do trecho entre a rua Belém e a avenida André Araújo está quase imperceptível, principalmente no ponto de ônibus em frente ao prédio da Superintendência do Patrimônio da União (SPU), ocupado Movimento Nacional de Luta pela Moradia (MNLM) há um ano.

A motorista Adriana Azevedo, 34, diz que, mesmo sete meses após a implantação da faixa, ela ainda se confunde se deve usar o corredor ou não.

O Manaustrans e a Superintendência Municipal de Transportes Urbanos (SMTU) foram procuraras para falar sobre a fiscalização no corredor, mas não responderam.

Publicidade
Publicidade