Publicidade
Manaus
Manaus

Falso mecânico é preso com mais de 500 gramas de cocaína escondida em pia de cozinha

Na casa, funcionava uma oficina mecânica de fachada. O homem preso monitorava a chegada de clientes e da própria polícia por meio de um circuito de vigilância 30/08/2013 às 21:21
Show 1
Segundo a polícia, Carlyle Paulo da Silva Haddad, 38, era um grande distribuidor de droga do São José 1
VINICIUS LEAL Manaus (AM)

Cerca de 500 gramas de cocaína pura foram encontradas dentro de um fundo falso, embaixo de uma pia de cozinha, na casa de Carlyle Paulo da Silva Haddad, 38, preso em flagrante por tráfico no final da tarde desta sexta-feira (30). No local, também foi encontrado um sistema de vigilância interno supostamente usado para monitorar a chegada de clientes e da própria polícia.

No local da prisão, rua 1, bairro São José, Zona Leste da capital, funcionava uma oficina mecânica de fachada, usada por Carlyle para disfarçar o funcionamento de um ponto de venda de drogas. O homem foi capturado durante mandado de prisão cumprido por policiais civis do 9º Distrito Integrado de Polícia (DIP).

Além de quase meio quilo de droga distribuídos em 101 trouxinhas e três porções que estavam sob a pia, foi apreendido um liquidificador, papel alumínio, fermento, balança de precisão. Do circuito de segurança, foram apreendidos duas câmeras, um monitor e um distribuidor de vídeo.

De acordo com a polícia, o falso mecânico era um grande fornecedor de droga na área e já existem mais de 20 denúncias contra ele. Durante três meses de investigação, segundo delegado Pablo Giovanni, titular do 9º DIP, foi constatado uma grande movimentação de usuários de entorpecente no local.

Em depoimento, Carlyle confessou o crime e mencionou o envolvimento de outro homem conhecido como “Maciel”, que já estaria preso, segundo ele. Indagado sobre onde estaria o dinheiro do “lucro” com o tráfico, Carlyle respondeu que toda quantia de R$ 2 mil foi usada para comprar o meio quilo de cocaína.

Carlyle foi autuado por tráfico de drogas e será encaminhado para a Cadeia Pública Raimundo Vidal Pessoa. Os policiais do 9º DIP continuarão as investigações de denúncias de tráfico de drogas no São José 1.

Publicidade
Publicidade