Domingo, 26 de Maio de 2019
Manaus

Falta de ações voltadas à coleta seletiva de resíduos contribui para sujeira em feiras de Manaus

Apenas uma feira da capital dispõe de sistema, enquanto outros locais carecem de medidas com o objetivo de separar o lixo 



1.jpg
Permissionários das feiras avaliam que selecionar o lixo é fácil, mas ainda é preciso um estimulo por parte da Semulsp
14/07/2015 às 08:58

Após A CRÍTICA noticiar um descarte ilegal de peixes estragados no entorno da feira da Panair, na Zona Sul, uma situação comum, mas que possui gravidade tão preocupante quanto, pode ser observada nos espaços: a falta de ações voltadas à coleta seletiva de resíduos.

Na feira da Manaus Moderna, Centro, mais de 30 toneladas de lixo são produzidas por dia e recolhidas diariamente por funcionários da prefeitura. A movimentação envolve principalmente a retirada de lixo orgânico, entretanto, é possível notar que a ausência de medidas provocam o descarte de materiais que poderiam ser reaproveitados.

A supervisora da feira da Manaus Moderna, Mara Carvalho, afirma que atualmente o local não dispõe do sistema de coleta seletiva. No entanto, ela explica que todo o lixo produzido tanto no interior da feira quanto na área externa é recolhido pelos próprios feirantes. “Essa questão de coleta é muito boa e estamos estudando isso para o próximo ano, só que isso também depende da prefeitura. Principalmente na parte de reeducação de todos que trabalham aqui e que ajudariam no processo”.

Feira da banana

Na feira da Banana, a situação é semelhante. A CRÍTICA constatou que todo o lixo produzido no local é organizado pelos feirantes em caixas e camburões e a feira é higienizada constantemente, entretanto, não há qualquer tipo de trabalho no que diz respeito à coleta seletiva de materiais que poderiam ser reutilizados.

De acordo com o presidente da Comissão Gestora da feira, Moacir Cintrão, a comissão cuida de pequenos reparos no local, porém a responsabilidade de implementar coleta seletiva deveria partir da Secretaria Municipal de Limpeza e Serviços Públicos (Semulsp. “Acho, inclusive, que já poderia estar sendo feito. Isso é uma coisa fácil de fazer aqui, pois todos já são comprometidos com a limpeza. Seria mais um ponto positivo”, afirma Moacir Cintrão, argumentando a disposição dos permissionários para o caso.

Semulsp

A Semulsp informou que atualmente existe apenas uma feira da cidade, localizada no bairro Jorge Teixeira, que dispõe do sistema seletivo. Na Manaus Moderna, apesar da situação constatada por A CRÍTICA, o órgão informou que a separação do lixo acontece.



Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.