Publicidade
Manaus
Manaus

Falta de manutenção, entulho e lixo comprometem o Passeio do Mindu, em Manaus

Além do descaso, trechos da calçada para passeio e caminhada estão parcialmente danificados. Passeio do Mindu fica no bairro Parque 10, Zona Centro-Sul 15/08/2015 às 13:37
Show 1
A academia a céu aberto é um dos locais que necessitam de manutenção
acritica.com Manaus (AM)

A falta de manutenção e limpeza em várias praças e parques tem deixado o cenário da cidade comprometido. Bancos e brinquedos quebrados, pichações, arrastões, falta de serviços de jardinagem, iluminação e segurança são os principais problemas que estes lugares apresentam ao público.

Um destes exemplos pode ser constatado ao longo da extensão do Passeio do Mindu, na Zona Centro-Sul. Além do descaso com o parque, trechos da calçada utilizada para passeio e caminhada pelos moradores estão parcialmente danificados.

“É uma situação lamentável. Um local que deveria dar conforto e qualidade aos moradores do passeio está totalmente abandonado. Há acúmulo de entulho de material de construção e da falta de manutenção do parque infantil e da academia a céu aberto”, declarou Messias Tavares, 38, enquanto caminhava pelo local.

Poluição no igarapé

Quem passa pela via que dá acesso ao Passeio do Mindu observa as inúmeras garrafas PET, embalagens de marmitas, restos de isopor e até carcaças de geladeira que são depositadas nos igarapés, que também são esgotos a céu aberto.

“É lamentável ver uma situação dessas. Acredito que falta mais interesse do poder público para limpar esta área”, disse a aposentada Ana Cristina da Silveira, 59, moradora de um dos condomínios.

Cristina Silveira relatou ainda que, diariamente, equipes de limpeza da secretaria realizam trabalhos de retirada de resíduos sólidos em toda a extensão do Mindu, mas basta uma chuva para que o lixo doméstico volte a aparecer nos cursos d’água.

“As pessoas ainda não se conscientizaram de não jogar lixo nos igarapés, ou melhor, de fazer o acondicionamento correto do lixo para a coleta. Quando chove, esse lixo cai nos bueiros e acaba parando nos igarapés da cidade”, explicou. As calçadas, também são alvos das reclamações. “Diariamente há pessoas com deficiência lutando para ter acesso às vias”, lamentou Silveira.

Trechos das vias sem iluminação

Outro problema relatado pelos moradores são as vias de acesso aos condomínios. Segundo eles, em alguns trechos estão sem iluminação,com postes mal localizados. As vias são um perigo para moradores e motoristas que trafegam pelo local durante a noite.  

Publicidade
Publicidade