Publicidade
Manaus
Manaus

Faltam oito dias para Justiça iniciar julgamento do 'Caso Fred'

O julgamento já tinha sido agendado para junho deste ano, mas foi adiado para este segundo semestre porque o Ministério Público, naquele mês, não aceitou o desmembramento do processo solicitado pela defesa do casal 11/10/2013 às 19:58
Show 1
Os soldados Claudiney Feitosa (sentado), Olavo Paixão (em pé, à esq.) e Ronaldo Melo e Silva (de óculos) estão entre os réus
ACRITICA.COM* Manaus (AM)

A 2ª Vara do Tribunal do Júri da Comarca de Manaus confirmou a realização do julgamento de cinco réus do processo que ficou conhecido como o “caso Fred”. O Júri está marcado para o próximo dia 18, uma sexta-feira, no plenário do Fórum de Justiça Ministro Henoch Reis, no bairro de São Francisco.

O caso trata da morte do técnico agrícola, Fred Fernandes da Silva, em junho de 2001. Waldemarino Damasceno e Terezinha de Jesus Rocha, dois dos acusados que irão a Júri, são pais da universitária Danielle Damasceno, morta pelo filho de Fred Fernandes, que era namorado da garota. O casal é acusado de arquitetar a morte do técnico agrícola.

Além do casal, também vão a julgamento os soldados da Polícia Militar Ronaldo Melo e Silva, Olavo Paixão e Claudiney da Silva Feitosa. Um outro réu, Erivan Pereira (soldado da PM), morreu em um acidente de motocicleta e seu nome foi excluído do processo.

O julgamento já tinha sido agendado para junho deste ano, mas foi adiado para este segundo semestre porque o Ministério Público, naquele mês, não aceitou o desmembramento do processo solicitado pela defesa do casal.

Waldemarino Damasceno e Terezinha de Jesus Rocha são pais da universitária Danielle Damasceno, assassinada com requintes de crueldade. Na denúncia do Ministério Público consta que o crime contra Fred Fernandes teria sido encomendado pelos pais da garota para vingar a morte de Danielle, de 20 anos.

*Com informações da assessoria de imprensa

Publicidade
Publicidade