Terça-feira, 18 de Junho de 2019
DOENÇA

Família pede doação para tratamento de amazonense com câncer de colo de útero

Wanessa está fazendo tratamento em Portugal, mas precisa retornar ao Brasil para continuar os procedimentos médicos em um hospital público de São Paulo



tratamento_agora.JPG Por conta da doença, a amazonense não consegue mais andar (Foto: Divulgação)
25/07/2018 às 14:58

Familiares estão arrecadando dinheiro para custear o tratamento da amazonense Wanessa Taveira de Moraes, de 33 anos, diagnosticada com câncer de colo de útero. A mulher que está fazendo tratamento, em Portugal, precisa retornar ao Brasil para continuar os procedimentos médicos em um hospital público de São Paulo. A meta é arrecadar R$ 100 mil, que serão utilizados para a compra de passagens aéreas, medicamentos e hospedagens.

O pai da amazonense, Sebastião Laborda de Moraes, comenta que a família da jovem está vivendo "uma agonia" desde 2015, quando Wanessa foi diagnosticada com câncer. Na época, ela chegou a se tratar na cidade de São Paulo, mas a doença acabou voltando quando já estava no país estrangeiro.

"A minha filha foi diagnosticada com câncer de colo de útero em 2015, quando morava em São Paulo. Ela procurou atendimento, fez tratamento e acabou se recuperando. Neste ano, quando estava em Portugal, sentiu umas dores nas costas e voltou ao médico. Ele informou que o câncer tinha voltado", relatou o pai de Wanessa.

Sebastião também informou que o caso da filha é grave. O tumor do câncer está alojado na vértebra, o que impossibilita Wanessa de realizar movimentos básicos. Ela começou a fazer quimioterapia, mas os procedimentos ainda não tiveram resultados positivos.

"A doença impede que a minha filha faça alguns movimentos. Ela fica deitada, porque o tumor acabou danificando algumas vértebras. Minha esposa e cunhada viajaram para Portugal para acompanhar o caso dela. Só de passagens gastamos quase 10 mil", disse o homem.

A ideia da família é que Wanessa volte para o Brasil e continue fazendo o tratamento no hospital público de São Paulo. "Como a minha filha se recuperou fazendo o tratamento na unidade pública de São Paulo, ela pode voltar para lá. Mas para isso precisamos arrecadar dinheiro, porque só de passagens vamos gastar R$ 70 mil reais. A Wanessa não pode viajar sentada e vamos separar uns seis lugares para ela", explicou Sebastião.

Os interessados em realizarem doações podem acessar o site da Vakinha Online. Até às 10h30 desta quarta-feira (25), já tinha sido arrecadado o valor de R$ 9.300.

Quem quiser depositar os valores em contas de bancos brasileiros podem encaminhar o dinheiro para: Caixa Econômica Federal: Ag. 2853, Op.: 013, Conta: 00088693-4, Sebastião Laborda Moraes, CPF: 201.984.422-20; Bradesco: Ag.: 3736-2, C/C: 0024242-0, Sebastião Laborda Moraes; Banco do Brasil: Ag. 1525-3, C/C: 28410-6, Sebastião Laborda Moraes; Banco Itaú: Ag.:  0417, C/C : 09591-6; Evelyn Laborda Braga, CPF: 513.433.712-87.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.