Publicidade
Manaus
Manaus

‘Família do pó’: após ser presa por tráfico de drogas, mãe nega o crime e denuncia esposo e filho

Na casa da família, localizada na Zona Norte de Manaus, foram encontradas 15 trouxinhas de pasta base de cocaína, uma porção média e mais 11 trouxinhas de cocaína, uma balança de precisão, R$ 81 e celulares 18/11/2013 às 20:56
Show 1
Os três foram presos em uma residência na rua Açaí, Campo Dourado, na Zona Norte de Manaus
ACRITICA.COM* Manaus (AM)

A dona de casa Leuda Maria Pereira da Silva, 47, o esposo Arlindo da Costa Marques, 47, e o filho Ray Pereira Marques, 20, o “Cruel”, foram presos em flagrante na tarde desta segunda-feira (18) por suposto envolvimento com o tráfico de drogas em Manaus. A mãe, Leuda, negou o crime e tentou se livrar da prisão delatando o filho e o esposo como traficantes do local.

Os três foram presos por policiais da Equipe Coruja da Delegacia Especializada em Prevenção e Repressão a Entorpecentes (Depre) em uma residência na rua Açaí, Campo Dourado, na Zona Norte da cidade. Segundo a polícia, várias denúncias foram recebidas informando que ali funcionava um ponto de venda de drogas.

No local foram encontradas 15 trouxinhas de pasta base de cocaína, uma porção média e mais 11 trouxinhas de cocaína, uma balança de precisão, R$ 81 e celulares.

Um policial que participou da prisão e que preferiu não se identificar informou que a casa da família já estava sendo monitorada.  “Recebemos algumas denúncias anônimas e fomos investigar. Hoje cedo montamos campana e fizemos a abordagem. Quando chegamos na casa deles, a mãe (Leuda) nos atendeu e inicialmente negou as denúncias”, declarou.

Depois de alguns minutos, segundo o investigador, a dona de casa resolveu entregar as drogas e denunciar o esposo e o filho. “Quando ela percebeu que não tinha mais como negar, entrou na casa e entregou duas bolsas com a droga e o material. Ela disse que não vendia nada e acusou o esposo e o próprio filho”, informou.

O pai da família, Arlindo, informou na delegacia que vende drogas há mais de seis meses, juntamente com o filho. Ele evitou falar sobre quem era fornecedor dos entorpecentes.

Os três integrantes da família foram autuados em flagrante por tráfico e associação para o tráfico de drogas. Eles serão encaminhados à Cadeia Pública Raimundo Vidal Pessoa, no Centro de Manaus.

*Com informações do repórter Adriano Silva

Publicidade
Publicidade