Publicidade
Manaus
MORTO NO AEROPORTO

Família e amigos de estudante morto por segurança fazem protesto pedindo justiça

Familiares protestaram após a defesa do vigilante solicitar a Justiça que o acusado responda ao crime em liberdade 26/03/2017 às 14:38 - Atualizado em 26/03/2017 às 14:46
Show 546546
(Foto: Jander Robson)
Rita Ferreira Manaus (AM)

Familiares e amigos do estudante Isaque Jorge da Silva Correa, que foi morto enquanto comemorava o aniversário de 17 anos no último dia 12, fizeram uma manifestação na manhã de hoje para pedir punição ao vigilante que atirou contra o adolescente. 

O protesto teve início no local onde a família de Isaque mora, na rua Jadeita, quadra 44, no residencial Vive Melhor 1, no bairro Santa Etelvina, zona Norte da cidade. De lá, os manifestantes seguiram em um ônibus, até o posto de gasolina , em frente ao aeroporto Eduardo Gomes, onde o crime aconteceu. 

Os familiares souberam que a defesa do vigilante solicitou que á Justiça que o acusado responda ao crime em liberdade e apelam para que ele permaneça preso. 

"Eu quero que o juiz julgue como se tivesse sido o filho dele", disse a mãe de Isaque, a dona de casa Beatriz Oliveira da Silva Correa, 39. 

A mãe conta que a saudade do filho é imensa e clama para que seja feita justiça na morte do jovem. "Nada vai trazer meu filho de volta, mas eu não quero que outras mães chorem o que eu chorei", concluiu.

Publicidade
Publicidade