Publicidade
Manaus
FALTE DE SEGURANÇA

Família tem casa roubada no bairro Cidade de Deus e se muda por medo de criminosos

O assalto aconteceu no dia 12 deste mês, na rua dos Manguaris, no loteamento Fazendinha, mas até hoje o trauma do susto não passou, contam os moradores 22/12/2017 às 16:15
Show assalto 2
Pertences da família foram levados pelos criminosos durante a crime (Foto: Winnetou Almeida)
Dani Brito Manaus (AM)

Quatro pessoas de uma mesma família ficaram reféns da falta de segurança que toma conta da capital, em especial do bairro Cidade de Deus, na Zona Norte. Em um ato de desespero, eles decidiram deixar tudo para trás e se mudar às presas após ter a casa, onde moravam, invadida por três assaltantes que roubaram tudo que havia de valor no imóvel durante uma ação criminosa de 22 minutos.

O assalto aconteceu no dia 12 deste mês, na rua dos Manguaris, no loteamento Fazendinha, mas até hoje o trauma do susto não passou, contam os moradores que vivenciaram os momentos de tensão.

De acordo com uma das vítimas, que preferiu se identificar apenas como “Maria”, ela morava no local há dois meses junto com o filho, a irmã e o sobrinho. Ao chegar em casa e ver tudo revirado, a mulher comentou que ficou tão apavorada que, na mesma hora, saiu de casa com os familiares e foi dormir em um hotel.

“Eu não conseguiria dormir em um local que eu sei que foi invadido por bandidos, onde todas as nossas coisas estavam jogadas no chão. Fomos dormir fora e no outro dia procurei um novo lugar para morar. No dia seguinte voltei aqui somente para fazer a mudança”, disse a vítima, que além de ter mudado de bairro decidiu morar em um apartamento.

Do local, segunda a vítima, foram levados dois aparelhos de televisão de 32 polegadas, dois videogames, um tablet, um aparelho celular, um drone com câmera, um notebook, duas mochilas, roupas, sapatos, estojos de maquiagem novos que seriam revendidos, além de R$ 2 mil. O prejuízo total da família foi de aproximadamente R$ 7 mil.

Ainda segundo a moradora, enquanto os bandidos estavam na casa, um prestador de serviços foi até o local e, ao bater na porta, foi recepcionado pelos suspeitos, que apontaram uma arma de fogo para ele e ordenaram que fosse embora.

O furto foi registrado no 13º Distrito Integrado de Polícia (DIP), mas até o momento ninguém foi preso.

Publicidade
Publicidade