Sábado, 24 de Outubro de 2020
Campanha

Família pede ajuda para que criança com grave perda auditiva consiga fazer cirurgia

Gleyson Guilherme, de 13 anos, diagnosticado com otite média crônica colesteatomatosa no ouvido direito, precisa fazer uma cirurgia orçada em R$ 61 mil



pai_e_filho_F6859149-2523-40AC-8512-36D1CB9DA90F.JPG Gleyson Guilherme e seu pai. Foto: Arquivo AC
08/07/2020 às 20:41

A solidariedade está em alta, durante a pandemia, para aqueles cujo coração é tocado por ações humanitárias. Duas dessas realizações visam ajudar pessoas que necessitam de atendimento médico específico e urgente.

Uma delas é a campanha em prol do garoto Gleyson Guilherme, de 13 anos, diagnosticado com otite média crônica colesteatomatosa no ouvido direito e que precisa fazer uma cirurgia orçada em R$ 61 mil no Hospital Adventista de Manaus.



Segundo laudo médico divulgado pela família, a cirurgia deve ser feita o “mais rápido possível devido o risco de erosão óssea mais extensa, podendo causar piora da perda auditiva, além de complicações neurológicas, tais como paralisia facial periférica, abscesso cerebral e meningite. Hoje, conta com apenas 4% da audição no lado comprometido.

A família luta em busca de tratamento para o problema dele desde 2016, inclusive tentando, sem sucesso, que o menino fosse incluído no sistema de Tratamento Fora de Domicílio (TFD) do Governo do Estado. No entanto, os pais relatam que ele tem um histórico de otite recorrente desde os quatro anos de idade e já tendo recorrido a inúmeros tratamentos com antibióticoterapia tópica e sistêmica, mas sem solução.

Se você quiser colaborar com a campanha pode entrar diretamente em contato com o pai de Gleyson, que se chama Gleison dos Santos Vidal, pelo fone 99130-2394, com a avó, Suely dos Santos Vidal, pelo 98138-5264, ou depositar qualquer quantia na conta-poupança do banco Caixa Econômica Federal de propriedade dela, com os dados agência 2853, OP 013, conta 00021569-0, CPF 342970062-00.

Segundo o pai, a campanha está sendo divulgada em redes sociais. Ele conta “que não há uma expectativa de quando se alcançará os R$ 61 mil, mas espera que seja o mais rápido possível”.

Para Gleison, ver o filho passar por essa situação é muito triste. “Já tentamos TFD e nada, bem como a Defensoria Pública do Estado (DPE-AM) que é outro local no qual procuramos ajuda. É muito triste ver ele passar por isso. Não tenho condições financeiras, sou trabalhador braçal e ganho salário mínimo”, contou ele, chorando ao telefone.

Live solidária

Já o Grupo de Apoio Vozes do Bem, formado por vários artistas do cenário musical manauara e que atua na defesa e apoio de pessoas moradores de municípios do interior do Amazonas que se encontram em tratamento de câncer na capital do Estado, vai realizar no próximo dia 30, a partir de 19h, uma “live solidária” visando arrecadar recursos financeiros, gêneros alimentícios e de higiene pessoal em prol desse grupo.

Uma das atrações será a conhecida cantora de boleros e arrocha Kayza Marques, que frequentemente vem organizando apresentações pela Internet neste período de pandemia

“Projetos pararam por conta da pandemia e muitas pessoas, inclusive do interior, estão precisando de apoio. O pessoal pede, pede, mas nunca sabemos para onde as pessoas entregam os apoios. Aí decidimos fazer essa live no dia 30”, comentou a artista, informando que a programação com os demais participantes deve ser divulgada nesta quarta-feira.

Maiores informações podem ser adquiridas pelos fones (92) 99490-3128, (92) 99213-4152 e (92) 99167-1250.

Repórter de A Crítica

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.