Publicidade
Manaus
CARNAVALESCO

Familiares e amigos prestam as últimas homenagens ao carnavalesco Luizinho Andrade

Luizinho estava há 17 dias internado na Fundação de Medicina Tropical Doutor Heitor Vieira Dourado com uma inflamação no cerebelo. Na tarde de ontem, teve uma falência múltipla dos órgãos que ocasionou a morte 10/02/2017 às 09:36 - Atualizado em 10/02/2017 às 10:07
Show asd
(Fotos: Winnetou Almeida)
Isabelle Valois

Familiares, amigos e conhecidos do carnavalesco, coreógrafo e ex-presidente da Grêmio Recreativo Cultural Escola de Samba A Grande Família Luizinho Andrade dão o último adeus na manhã desta segunda-feira (10). Luizinho estava há 17 dias internado na Fundação de Medicina Tropical Doutor Heitor Vieira Dourado com uma inflamação no cerebelo. Na tarde de ontem, teve uma falência múltipla dos órgãos que ocasionou a morte.

Luizinho é velado na funerária Nova Renascer, localizado na avenida Major Gabriel, Centro. A previsão é que às 10h saia o cortejo para o Cemitério Nossa Senhora Aparecida, mais conhecido como Tarumã, Zona Oeste de Manaus, onde às 11h será realizado o sepultamento.

"O momento é de muita tristeza. Luizinho nos fará muita falta, pois sempre foi um rapaz de garra e dedicação. Amava tudo que fazia e se dedicava demais pela escola de samba Grande Familia, da qual se orgulhava de participar desde que era criança. Não sei como será daqui pra frente sem o Luizinho, mas ele nunca será esquecido por nós", com muita emoção comentou um dos representantes da diretoria da Grande Família, Pedro Rodrigues, 56, mas conhecido como ‘Porquinho’.

Pedro relembrou os meados de 80, quando Luizinho começou a carreira na escola de samba. "Ele e meu filho Anderson Rodrigues iniciaram na bateria mirim da Grande Família. Os dois sempre foram muito amigos. Luizinho cheio de dons começou a crescer no nosso meio, depois foi para a bateria adulta e dava um show no surdão. Sempre muito dedicado começou a investir na coreografia e se tornou nosso coreógrafo oficial e durante 17 anos nos encantou com toda a criatividade. Isso nos rendeu 9 estandarte do povo com a melhor comissão de frente do carnaval de Manaus", relembrou Pedro.


(Foto: Winnetou Almeida)

Na família eram Luizinho e mais o irmão caçula Luiz Eduardo Andrade, 23. Este afirma que irá sentir muita falta de todo relacionamento que ambos tinham. "Luizinho não era meu irmão, mas sim um pai. Sempre dizia que era abençoado por ter dois pais. Muitas das vezes ele lutou por mim e investiu. Sou muito grato a ele por tudo", disse.

O velório teve início às 22h desta quinta-feira e seguirá até às 10h de hoje, quando o corpo seguirá para o enterro.

Publicidade
Publicidade