Sexta-feira, 24 de Maio de 2019
crise nos presídios

Familiares são impedidos de levar comida a detentos do Compaj, em Manaus

Uma revista no CDPM teria sido o motivo do impedimento. Parentes reclamaram e enfrentaram sol e chuva, mas não tiveram sucesso até o início da tarde



WhatsApp_Image_2017-01-12_at_12.46.14.jpeg
Familiares ficaram aglomerados esperando a liberação da comida (Fotos: Márcio Silva)
12/01/2017 às 15:02

Aproximadamente 300 pessoas familiares de presos das unidades prisionais do Complexo Penitenciário Anísio Jobim (Compaj), em Manaus, chegaram cedo para tentar levar alimentos para os detentos, mas não foram autorizados a deixar a comida até o meio-dia.

Policiais militares que faziam uma barreira na entrada do ramal que dá acesso às cadeias informavam que estava ocorrendo uma revista no Centro de Detenção Provisória Masculino (CDPM) e que somente pessoas autorizadas podiam passar, o que causou revolta no local.

Elas chegaram de ônibus, mototáxi, lotação e carros particulares com várias sacolas com alimentos. Houve até quem levasse carrinho de supermercado. Elas acreditam que seus familiares estão passando fome.

"Isso é palhaçada" reclamava um homem que identificou-se como "Raimundo" . Ele disse que foi levar alimento para um filho que está preso ali, mas que não estava conseguindo entrar.

Para eles a Secretaria de Administração Penitenciário (Seap) deveria informar que a entrada de alimentos estava proibida. Enquanto isso, os parentes, em sua maioria mulheres, permaneceu no local enfrentando sol e chuva.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.