Segunda-feira, 14 de Junho de 2021
DE PAI PARA FILHO

Famílias da Segurança: histórias e legados repassados de geração em geração

Neste sábado (15), quando se comemora o Dia Internacional da Família, histórias inspiradoras entre os profissionais da Segurança Pública do Amazonas compõem relatos de amor, companheirismo e luta



BOMBEIRO_MILITAR_E_FILHOS_2_B34403BA-953C-4FEB-8F9E-D5FAE8BF89CB.jpg Fotos: Arquivo Pessoa
15/05/2021 às 17:13

A família tem um papel fundamental na formação do cidadão. É por meio dela que os valores e princípios são repassados de geração em geração. Neste sábado (15/05), quando se comemora o Dia Internacional da Família, histórias inspiradoras entre os profissionais da Segurança Pública do Amazonas compõem relatos de amor, companheirismo e luta.

Em comum, os familiares de policiais, bombeiros e peritos partilham o orgulho pelo trabalho que estes desempenham e o medo de não vê-los voltar para casa depois de um dia normal de expediente. Mas o alto risco das profissões também serve de estímulo. Foi assim com o capitão da Polícia Militar do Amazonas, Fernando Castelo Branco, de 38 anos, que seguiu carreira militar inspirado no exemplo do pai.



“O meu pai foi, é e sempre será a minha maior fonte de inspiração. Ele é um dos primeiros oficiais da PMAM. Diante do seu alto grau de profissionalismo e competência, comandou várias unidades até chegar ao subcomando e Comando-Geral da Polícia Militar”, orgulha-se.

A história familiar marcada pela forte presença policial enriqueceu as imaginações do menino e o impulsionou a seguir na missão de combater o crime. Filho do coronel James Pedrosa Castelo Branco, comandante-geral da PMAM entre 2004 a 2005, o militar tem na imagem do pai sua principal referência. Ele revela ser o guardião do maior símbolo já recebido pelo pai: a espada do oficialato. O objeto foi conduzido pelo coronel durante comemoração pelos seus 30 anos de serviço.

“Antes do meu aspirantado, em 2014, ele me passou a sua espada, o maior símbolo do oficialato. Se, um dia, um dos meus filhos ingressar na corporação, passarei a espada que o avô entregou em minhas mãos, para que eles deem continuidade ao seu legado”, salientou.

O tenente do Corpo de Bombeiros, Júlio Araújo, 54, é pai de cinco filhos. Entre eles, um bombeiro militar e um bombeiro civil. “Eles representam a minha perpetuação, pois cada filho tem um traço meu. A sensação de ser espelho e inspiração é o dever cumprido com amor, dedicação e exemplo. A minha família é a base, força, esperança, é o sonho que me faz levantar todos os dias e ir trabalhar para torná-lo realidade”, disse.

Foi no trabalho que a família dos sargentos Herberson Gomes, 36, e Laura Oliveira, 39, nasceu. Oficiais do Corpo de Bombeiros, eles se conheceram durante o curso de formação, há 16 anos, e hoje são pais de dois filhos.

“O fato de termos a mesma profissão e atuarmos na parte operacional nos faz ter uma maior compreensão, um com o outro, na vida profissional e pessoal. Temos a responsabilidade de criar os nossos dois filhos. Neles encontro o amor e carinho necessário para renovar as energias”, disse a sargento.

Os irmãos Demetrius, 40, e Wenceslan de Queiroz, 43, almejavam ingressar na carreira policial. Com muito esforço e determinação, os irmãos foram se descobrindo ao longo da faculdade de Direito, até que em 2009, os dois decidiram prestar concurso da Polícia Civil do Amazonas como delegados.

“Somos realizados em sermos delegados de polícia no Amazonas. Eu e meu irmão nunca nos esquecemos do motivo pelo qual honramos nosso cargo, nossa carreira e somos extremamente gratos a Deus”, disse o delegado Demetrius Queiroz.

News portal1 841523c7 f273 4620 9850 2a115840b1c3
Jornalismo com credibilidade

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.