Quarta-feira, 21 de Agosto de 2019
Manaus

Feiras de Manaus lançam dejetos diretamente no rio Negro por falta de tratamento de esgotos

Resíduos, sólidos e liquídos, são jogados diretamente no rio e os próprios feirantes, da feira da Panair, por exemplo, confirmam que nunca houve uma preocupação com a destinação correta do lixo no local



1.gif Os resíduos, sólidos e liquídos, produzidos na feira da Panair também não recebem qualquer tratamento adequado e são lançados diretamento no rio Negro
01/10/2014 às 11:55

A falta de tratamento dos esgotos nas feiras de Manaus e o despejo em locais incorretos é muito comum, porém passa despercebido pelos olhos da população e do poder público. Na feira da Panair, no bairro Educandos, por exemplo, os dejetos são jogados no rio e os próprios feirantes confirmam que nunca houve uma preocupação com a destinação do lixo produzido no local.

Segundo o presidente da comissão gestora da feira da Panair, Tomé Matias da Costa, não existe um sistema de esgoto e os feirantes despejam no rio aquilo que não pode ser colocado em sacos de lixo como restos de peixe e carne.

Ainda segundo o presidente, que há 30 anos trabalha no local, nem mesmo durante a construção da feira em 2000 houve a preocupação quanto ao despejo do esgoto da feira. “Ninguém nunca pensou nisso e aqui tudo vai para o rio. Nós tentamos manter o local limpo, mas não tem uma estação de tratamento”, disse Tomé.

Além do esgoto, o lixo faz parte do cenário da feira da Panair. Plástico, lata e papel tomam conta da parte externa da feira e do rio, que está secando e mostra com mais evidência a poluição do local.

A falta de preocupação com o destino final dos dejetos produzidos nas feiras não é exclusividade da feira da Panair. Na feira do Produtor, bairro Jorge Teixeira, Zona Leste, o esgoto completamente exposto passa ao lado do setor de peixes e carne e cai direto na rua.

Segundo a dona de casa Maria Elineide, no final do dia, quando os feirantes limpam os boxes, o mau cheiro é insuportável. “Quando o dia é quente o cheiro fica pior e não tem quem aguente”, disse Maria.

A situação também se repete na feira do Mutirão onde ainda há o agravante de que boa parte das bancas ficam nas calçadas e o lixo é espalhado pela sarjeta e vai direto para os bueiros.

De acordo com a Secretaria Municipal de Feiras, Mercados, Produção e Abastecimento (Sempab), as feiras municipais possuem diferentes sistemas de esgotamento sanitário e é necessário finalizar um levantamento de dados dos tipos de sistema para que seja feita as adequações nas futuras reformas. Os mercados Municipais localizados na área Central, são construções antigas das décadas de 60 e 70 e o destino final do esgoto sanitário é direcionado para a rede pública de esgoto.

Estação da Ceasa volta a funcionar

No inicio do mês o Ministério Público Federal (MPF) entrou com ação civil pública na Justiça Federal para impedir o despejo de esgoto sanitário sem tratamento, pela feira do Porto da Ceasa, no rio Negro.

Na ação, o MPF pede que a Justiça determine ao Estado do Amazonas a contratação de uma empresa especializada em manutenção preventiva para a Estação de Tratamento de Efluentes instalada no local ou, caso não seja realizada a contratação, que a Justiça determine a retirada dos feirantes do porto.

A decisão baseada no relatório de fiscalização do Instituto de Proteção Ambiental do Amazonas (Ipaam) apontou que os resíduos produzidos na feira são despejados diretamente no rio e à vista de todos, e que a Estação de Tratamento de Efluentes e Esgotos (ETE) funcionou apenas seis meses.

De acordo com o presidente da comissão gestpra da feira, Carlos Augusto Miranda, a bomba que faltava para fazer funcionar a estação foi comprada e desde a semana passada a água que cai no rio passa por tratamento.

Ainda de acordo com Carlos Augusto, uma vez por semana os feirantes estão fazendo a limpeza da caixa de gordura para impedir que os canos fiquem entupidos e causem outros transtornos. “A feira da Ceasa é a única com estação de tratamento, isso deve ser levado em consideração pelo MPF”, disse Carlos.

Receba Novidades

* campo obrigatório

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.