Quinta-feira, 14 de Novembro de 2019
Manaus

Felicitações de fim de ano em ônibus são dispensadas por usuários de Manaus

Usuários do transporte público desaprovam mensagens comemorativas nos letreiros digitais dos ônibus, que atrapalham a visão, segundo eles



1.gif Alguns usuários reclamam que as mensagens de fim de ano nos letreiros digitais dos ônibus atrapalham na hora de identificar a linha do transporte público
17/12/2014 às 10:32

Já é uma tradição, em Manaus, que os ônibus do transporte público circulem carregando em seus letreiros digitais mensagens como: “Boas festas”, “Feliz Natal”, “Feliz Ano Novo”. O problema é que enquanto as felicitações das datas comemorativas estão nos letreiros a linha do transporte público é ocultada, o que impede que parte dos usuários de identificar se é o ônibus que precisam. Apesar das reclamações acontecerem nas paradas de ônibus e terminais, a Secretaria Municipal de Transporte Urbano (SMTU) afirma que nunca recebeu nenhuma denúncia quanto a isso.

A acadêmica de enfermagem, Vanessa Calmont, 25, disse que passou pela desagradável experiência de perder um ônibus porque o letreiro estava em uma das frases e sem o número da linha. Para evitar o problema, Calmont sugere outras maneiras dos ônibus entrarem no clima das festas de fim de ano, “Seria melhor se eles usassem faixas ou decorações. Vi motoristas que ficam de chapeuzinho e cumprimentam os passageiros. Acho mais válido”, disse.



Outros investimentos

Para Valeska Braule, 26, a velocidade acelerada que os ônibus passam já é um problema para identificar a linha. “Alguns motoristas andam muito apressados, por isso é difícil enxergar o número da linha para fazer parada, ainda mais com os letreiros de ‘Boas Festas’ no lugar do número”, reclama a historiadora. Ela também reivindica outros investimentos. “Trocaria os letreiros comemorativos por cadeiras, que muitas vezes são poucas ou estão quebradas”, sugeriu.Sem problemasJá o estudante de biologia, Assis Saraiva, 30, não vê problema nas frases dos letreiros trazerem mensagens comemorativas. “Não tenho problema para visualizar de longe e sei ler muito bem, não vejo problema com isso, felicitações sempre são bem vindas”, declarou. Em contrapartida, ele admite que idosos e quem tem alguma dificuldade visual podem ficar prejudicadas.

Questionada durante a produção dessa matéria a SMTU adiantou que pretende averiguar o caso.

‘O Estado é laico’, dizem usuários

Usuários do transporte público também questionaram o uso dos veículos para disseminar tradições religiosas. A estudante de psicologia Elaine Regina, 20, acredita que os letreiros com mensagens são um incentivo ao consumismo e agridem o Estado laico. “A frase que deseja ‘Feliz Natal!’ (uma tradição da igreja cristã) me faz refletir sobre a laicidade do Estado e até que ponto ela se faz presente, visto que os veículos nos quais estão escritas essas frases são públicos”, critica.

A advogada Joice Bernardo comenta que deve-se procurar o equilíbrio entre uma sociedade predominantemente cristã e o direito de liberdade religiosa.

“O Estado precisa ser laico. É grave empregar o dinheiro público num festejo religioso, claro que os investimentos do estado não vão agradar 100% da população, mas é uma questão a ser discutida pela sociedade”, finalizou.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.