Quarta-feira, 18 de Setembro de 2019
Manaus

Feriado tranquilo: Manaus registra cerca de 20 horas sem homicídios

As últimas duas mortes registradas ocorreram pouco antes das 13h dessa quinta-feira (15). A Delegacia Especializada em homicídios e Sequestros (DEHS) investiga os dois casos



1.jpg O corpo foi encontrado em um terreno e estava em avançado estado de decomposição. A polícia suspeita que ele estivesse no local há pelo menos três dias
16/11/2012 às 10:04

A polícia não registrou nenhum homicídio em Manaus nas últimas 20 horas. Os últimos dois casos apontados pelo Centro Integrado de Operações de Segurança (CIOPS) durante o feriado desta quinta-feira (15) – Dia da Proclamação da República –, ocorreram pouco antes das 13h. Um no bairro Jorge Teixeira, Zona Leste, e outro no bairro Aleixo, Zona Centro-Sul.

Entre os homicídios que ocorreram nessa quinta-feira, um foi registrado às 12h54. O corpo de um homem foi encontrado na avenida das Torres, próximo ao Centro de Treinamento do Nacional F.C, bairro Aleixo. O corpo, encontrado em avançado estado de decomposição, não foi identificado até a manhã desta sexta-feira.

De acordo com informações do Instituto Médico Legal (IML), o corpo tem várias perfurações feitas por uma arma branca e o crânio esmagado por um bloco de concreto.

O segundo caso foi registrado às 12h58 na rua 13 de Outubro, bairro Jorge Teixeira, 4° Etapa, zona Leste de Manaus. Soelmo Siebra de Oliveira, de 22 anos, morreu após um homem ainda não identificado chamar a vítima na frente da sua casa e efetuar diversos disparos contra ele. O caso aconteceu no último dia 13 de novembro, às 20h15, porém a vítima veio a óbito depois de dois dias internados no Hospital e Pronto-Socorro Doutor João Lúcio. Segundo testemunhas, o atirador fugiu do local em um mototaxi.

A Delegacia Especializada em homicídios e Sequestros (DEHS) investiga os dois casos.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.