Publicidade
Manaus
Demanda alta

FHemoam convoca com urgência doadores voluntários de todos os tipos sanguíneos

A subgerente de coleta externa da FHemoam, Eleonora Araújo, relata que o hemocentro precisa manter um estoque com 800 bolsas, mas não consegue passar de 400 30/09/2016 às 05:05
Show doa  o de sangue033
A necessidade imediata é de doadores dos tipos O positivo e O negativo. Foto: Euzivaldo Queiroz
Silane Souza Manaus

A demanda por transfusão de sangue segue alta em Manaus. A Fundação de Hematologia e Hemoterapia do Amazonas (FHemoam), continua convocando, com urgência, doadores voluntários de sangue, portadores de todos os tipos sanguíneos, com necessidade imediata de doadores dos tipos O positivo e O negativo.

A subgerente de coleta externa da FHemoam, Eleonora Araújo, relata que o hemocentro precisa manter um estoque com 800 bolsas, mas não consegue passar de 400. “A demanda tem sido grande e estamos tendo dificuldades para manter o estoque de sangue. Precisamos de muitas doações porque só para uma cirurgia é preciso de três a 30 doadores dependendo de sua complexidade”.

Eleonora salienta que, apesar de todo avanço tecnológico na área da medicina o sangue é primordial porque sem ele nenhuma cirurgia que necessite de sangue é feita. Ela fez a afirmação nesta quinta-feira (29) durante a 1ª Campanha de Doação de Sangue "SAMU e SOS Vida, Salvando Vidas, Doando Amor", que aconteceu no Parque Municipal do Idoso, na Avenida Rio Mar, bairro Nossa Senhora das Graças, Zona Centro-Sul.

As doações foram feitas no ônibus de coleta externa da Fundação Hemoam. O evento marcou a mobilização dos servidores da saúde da Prefeitura de Manaus para coletar doações para o banco de sangue do hemocentro. “Temos 17 bases e mais de mil colaboradores. Então, é uma boa quantidade de pessoa para participar desta ação e ajudar a manter o estoque da Fundação Hemoam”, disse a assistente social do Samu, Solange Ribeiro.

Também foram alvos da 1ª Campanha de Doação de Sangue "SAMU e SOS Vida, Salvando Vidas, Doando Amor", familiares e amigos de funcionários do Samu. “Tem não somente a nossa questão da responsabilidade social, mas também a de ajudar o banco de sangue do Estado que está precisando de doações nesse momento”, destacou Solange.

Saiba mais
Para doar os voluntários podem se dirigir à Fundação Hemoam, na Avenida Constantino Nery, Zona Centro-Sul, de segunda a sábado, das 8h às 18h, ou à Maternidade Ana Braga, na Alameda Cosme Ferreira, São José I, Zona Leste, de segunda a sexta, das 8h às 13h45. É importante lembrar que o doador deverá apresentar o documento oficial de identidade com foto.

Para ser doador a pessoa precisa ter entre 18 e 69 anos. Menores de idade também podem doar, mas, desde que tenham autorização dos pais ou responsáveis. As pessoas também precisam estar bem de saúde e não ter ingerido bebida alcoólica nas últimas 12 horas anteriores à doação. Também não é preciso estar em jejum para doar sangue.

Publicidade
Publicidade