Publicidade
Manaus
Manaus

Fiéis rendem ladrão no momento do culto na zona Oeste de Manaus

Homem tentou roubar fiéis da igreja Adventista da Promessa, no bairro Compensa 2, usando um espeto de churrasco 13/08/2013 às 07:26
Show 1
Segundo o delegado George Gomes, Henrique estava em liberdade provisória; havia sido solto no dia 22 do mês passado
Joana Queiroz Manaus

O assaltante Henrique Santos de Freitas invadiu o templo da igreja Adventista da Promessa, localizada na rua Pantanal, bairro Compensa 2, Zona Oeste, armado com um espeto de churrasco para roubar os fiéis que estavam fazendo a oração matinal de domingo. Ele foi preso enquanto tentava assaltar a esposa do pastor, a aposentada Maria Izaíra Pinheiro Barbosa, 69. Os fieis conseguiram detê-lo e o entregaram à Polícia Militar.

A tentativa de assalto aconteceu por volta das 9h de domingo. A aposentada contou que todos estavam orando no templo, concentrados, quando ela sentiu alguma coisa “furando” o pescoço. Segundo Maria Izaíra, ao abrir os olhos para ver o que estava acontecendo, ela percebeu que tinha um homem puxando a bolsa dela.

Segundo a aposentada, um dos membros da igreja, identificado como Adenilson Castro de Couto, viu a ação do ladrão e acabou travando luta corporal com o suspeito. O ladrão foi desarmado e, enquanto tentava fugir do templo, foi agarrado pelos fiéis e entregue à polícia.

Henrique foi levado para o 8º Distrito Integrado de Polícia (DIP), bairro Compensa, Zona Oeste, onde confessou o crime. Ele disse que lembrava de ter entrado na igreja para roubar, mas não sabe como nem se estava armado com espeto de churrasco. Segundo ele, no momento em que praticou o crime, estava bêbado e não recordava de nada.

Liberdade provisória
O delegado titular do 8º DIP, George Gomes disse que Henrique foi autuado por roubo e no final da tarde foi encaminhado para a cadeia pública Desembargador Raimundo Vidal Pessoa, Centro. Henrique estava em liberdade provisória. Ele havia sido preso por porte de munição de uso restrito e foi colocado em liberdade no dia 22 do mês passado. Nesta segunda (12), a juíza da 1ª Vara do Tribunal do Júri converteu a prisão de Henrique em prisão preventiva.


Publicidade
Publicidade