Quinta-feira, 03 de Dezembro de 2020
MORTE NA RODOVIA

Filho morre e mãe fica gravemente ferida em capotamento na BR-174

D’Sebastian Santos, de 46, foi arremessado para fora do veículo após tentar desviar de um buraco no KM 158. A mãe dele, Maria Perpétua Santos, de 70 anos, foi transferida para um hospital de Manaus



1b41fbdc-18d9-4457-a4ea-4eab795ed174_F1298CF2-947D-45FC-8B5F-17DCEA7AB522.jpg Foto: José Vasconcelos
05/10/2020 às 15:03

D’Sebastian Van Zeller Albuquerque Santos, 46, morreu na manhã de domingo (4), após o carro que conduzia capotar na rodovia federal BR-174, que liga Manaus à Boa Vista. O acidente aconteceu por volta das 6h, no quilômetro 158, nas proximidades da reserva indígena dos Waimiri-Atroari.

Segundo informações da Polícia Rodoviária Federal (PRF), D’Sebastian seguia com a mãe em direção à capital do estado de Roraima (RR), quando perdeu o controle do veículo Fiat/Uno Mille Way, de cor preta e placa NOX-1676, ao desviar de um buraco no trecho e atingir outra cratera.



Durante o acidente, D’Sebastian foi projetado para fora do automóvel em uma área de floresta. A vítima morreu no local. Já a mãe da vítima, Maria Perpétua Van Zeller Albuquerque Santos, 70, foi levada para o Hospital Geral Heraldo Neves Falcão, em Presidente Figueiredo.

Por conta dos ferimentos graves, a idosa foi transferida para um Hospital Militar da capital amazonense. Não há informações sobre o estado de saúde da vítima.

Os familiares relataram que D’Sebastian trabalhava como segurança no Aeroporto Internacional Eduardo Gomes, na Zona Oeste de Manaus, e estava de férias. Ele pretendia visitar parentes no estado vizinho.

O agricultor Domingos Silva, 42, que trabalha como caseiro de um sítio, disse ter escutado frenagem brusca e barulho de vidros se estilhaçando. Ao chegar para verificar o que havia acontecido, ele encontrou a idosa sentada no meio-fio da rodovia.

“A idosa estava muita machucada e desorientada. Naquele momento, eu não avistei nenhum veículo. Durante conversa, a vítima disse que o carro ocupado por ela e o filho tinha despencado em uma área de mata”, afirmou o agricultor Domingos Silva.

Após o acidente, moradores e outros condutores cortaram os galhos das árvores e localizaram o carro. O corpo da vítima estava com várias fraturas ao lado do veículo, totalmente destruído.

 Equipes do Corpo de Bombeiros Militar do Amazonas (CBMAM), da 37ª Delegacia Interativa de Polícia (DIP) de Presidente Figueiredo e perícia criminal, do Departamento de Polícia Técnico-Científica (DPTC) e Instituto Médico Legal (IML), foram acionados para os procedimentos.

Acidentes

Alguns moradores relatam para a reportagem de A CRÍTICA que acidentes acontecem com frequência, principalmente entre Presidente Figueiredo e reserva indígena. Eles afirmam que a rodovia apresenta vários buracos, mas a maioria dos acidentes está relacionada por imprudência dos motoristas que não respeitam as normas do Código de Trânsito Brasileiro (CTB).


Local é famoso por ter vários acidentes. Foto: José Vasconcelos

Entre os acidentes causados, o excesso de velocidade (acima do permitido) e ultrapassagem em locais impróprios. Outro aspecto que contribui para acidentes também está a péssima conservação da BR-174. A rodovia federal está sob a responsabilidade do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Denit).

*Colaborou com as informações José Vasconcelos


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.