Publicidade
Manaus
Energia

Fio de alta tensão se rompe e mata pessoas eletrocutadas durante bingo, na ZL

Nove pessoas foram atingidas, incluindo uma bebê de 11 meses. O bingo era realizado por uma igreja batista e tinha participação de cerca de 50 fiéis, que estavam sentados na calçada e na rua 05/06/2016 às 19:11 - Atualizado em 06/06/2016 às 13:35
Vinicius Leal e Joana Queiroz Manaus (AM)

Duas pessoas, um homem e uma mulher, morreram eletrocutados no final da tarde deste domingo (5) após um fio de alta tensão se romper e cair sobre várias pessoas que participavam de um bingo na rua Gradiente, na comunidade da Sharp, bairro Armando Mendes, Zona Leste de Manaus. A energia elétrica no local foi cortada.

Ao todo, 16 pessoas – desses dois morreram – foram atingidas pelo cabo, que ricochetava no chão sobre as vítimas, incluindo uma bebê de 11 meses. As duas vítimas em óbito seriam um casal, marido e esposa. Segundo testemunhas, o bingo era realizado por uma igreja batista e tinha participação de cerca de 50 fiéis, adultos e crianças, que estavam sentados na calçada e na rua.

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi ao local e prestou socorro às vítimas, que foram levadas para várias unidades de saúde, entre elas o Serviço de Pronto Atendimento (SPA) Chapot Prevost. O estado de saúde e o nome das vítimas ainda não foram confirmados oficialmente.

Conforme testemunhas, o público ouviu primeiro um estalo no poste elétrico e, em seguida, o fio já foi caindo sobre as pessoas. De acordo com moradores, o fio de alta tensão já estava corroído há mais de um mês e a Eletrobras Amazonas Energia havia sido acionada para resolver o problema, o que não foi feito.

Moradores relataram momentos de terror, com várias pessoas gritando da dor dos choques ao mesmo tempo e outras se entortando e revirando os olhos. Aqueles que não foram atingidos usavam pedaços de madeira e as cadeiras para retirar o cabo elétrico de cima das vítimas.

As vítimas

A Secretaria de Estado de Saúde (Susam) divulgou nesta segunda-feira (6) uma lista atualizada com os nomes das vítimas e o estado de saúde de cada uma delas. As duas em óbito eram Valdemir Rodrigues, 40, que morreu no local do acidente, e Valdeana Nascimento Silva, 28, que teve parada cardiorrespiratória e morreu no SPA Chapot Prevost.

As vítimas sobreviventes e hospitalizadas foram divididas entre o Hospital e Pronto Socorro João Lúcio e o Pronto-Socorro da Criança da Zona Leste “Joãozinho”. No Joãozinho estavam as crianças e adolescentes e no João Lúcio os adultos. Veja abaixo os nomes e o estado de saúde de cada um.

‘Joãozinho’

- Larissa Emanuelle, a bebê de 11 meses – passou por procedimento no centro cirúrgico, encaminhada para UTI, segue com quadro estável;
- Vitor Matos, 14 anos – passou por procedimento no centro cirúrgico, segue internado no isolamento, estável;
- Lara Nascimento, 3 anos – passou por procedimento no centro cirúrgico, segue internada no isolamento, estável;
- Pedro Ferreira Neto, 11 anos – passou procedimento no centro cirúrgico, segue internado no isolamento, estável;
- Cristhyan Luan, 2 anos – passou por procedimento no centro cirúrgico. Já recebeu alta hospitalar;
- Irlan Nascimento, de 10 anos – atendido e recebeu alta hospitalar ainda na noite de domingo.

HPS João Lúcio

- Raiane de Souza Viana, 17 anos – em ventilação mecânica, estado grave;
- Márcia Natividade Pereira, 28 anos – segue internada, estável;
- Maria Marlúcia Procópio da Silva, 38 anos – alta hospitalar;
- Roberta França Ferreira, 20 anos – alta hospitalar;
- Joelma da Silva Gomes, 39 anos – alta hospitalar;
- Leda Maria da Silva, 39 anos – alta hospitalar;
- Cristina de Souza Oliveira, 29 anos – alta hospitalar;
- Maria Auxiliadora Gomes de Oliveira, 49 anos – alta hospitalar.

Eletrobras

Em nota, a Eletrobras Amazonas lamentou o ocorrido e informou que no momento do acidente pessoas soltavam papagaio com linha de cerol, que entrou em contato com a rede elétrica de média tensão rompendo o cabo. “Reforçarmos que a assistência social da empresa prestará todo o auxílio necessário às famílias das vítimas”.

“A Eletrobras reitera o seu compromisso com a população do Estado do Amazonas em oferecer energia segura e de qualidade, contribuindo para o bem estar de seus clientes e o desenvolvimento econômico da região”, consta na nota enviada à imprensa.

Publicidade
Publicidade