Publicidade
Manaus
AMBULANTES

Fiscalização abre brecha e ambulantes voltam para o Terminal 2 da Cachoeirinha

Usuários reclamam da desorganização com que vendedores ambulantes ocuparam as calçadas do terminal de integração 03/03/2017 às 10:24 - Atualizado em 03/03/2017 às 10:59
Show t2 lotado
(Fotos: Aguilar Abecassis)
Alik Menezes Manaus (AM)

Vendedores de guloseimas, picolés, carregadores e capas para celulares e lanches voltaram a ocupar o Terminal 2, na Cachoeirinha, Zona Sul, disputando - e ganhando - o espaço com usuários do sistema.

Mesmo após a reforma, os ambulantes foram entrando no terminal aos poucos e hoje são dezenas, com bancas espalhadas por todo o terminal de integração, que foi recentemente reinaugurado. “Começou com os vendedores de bombons e picolés, agora estão espalhados aos montes”, contou o estudante de Química Jhonatan Siqueira Campos, 23.

São tantos que até atrapalham o fluxo dos usuários do terminal, que, muitas vezes, precisam desviar para não esbarrar e cair por cima das mercadorias dos vendedores. “É o ganha pão deles, a gente entende, todo mundo precisa ter a sua garantia de salário, mas acho que teria que ser algo mais organizado”, opinou a diarista Régina Clara Souza, 55.

Para o auxiliar de produção Luiz Henrique Barros, 25, a secretaria responsável deveria tomar medidas para manter a ordem no terminal. “Se for liberado, que seja, só acho que deveria ter uma organização melhor. Pois eles precisam de renda e muita gente também gosta de ajudar ou precisa do que eles vendem”, disse.

Invasão

Segundo o subsecretário da Secretaria Municipal de Produção e Abastecimento (Sempab), Fábio Albuquerque, os ambulantes não estavam liberados para entrar e comercializar no terminal de integração 2. “Eles aproveitaram o período de Carnaval para invadir o terminal”, contou o subsecretário.

Contudo, Albuquerque informou que conversou com o Sindicato dos Ambulantes na manhã de ontem e hoje os vendedores devem ser retirados do terminal. Segundo Albuquerque, a saída de alguns desses vendedores será temporária porque eles fazem parte dos 44 selecionados para trabalharem dentro do T2, mas em espaços apropriados, que foram definidos em projeto.

Licitação a caminho

Subsecretário da Sempab, Fábio Albuquerque informou que o projeto para a alocação dos ambulantes no terminal foi finalizado e passará por uma licitação para a construção de boxes devidamente planejados para as atividades comerciais dentro do T2. Foram selecionados 44 vendedores ambulantes, que serão convocados para ocupar os espaços assim que a obra ficar pronta.

Publicidade
Publicidade