Publicidade
Manaus
Manaus

Fiscalização encontrou 158 irregularidades em produtos natalinos vendidos em Manaus

Instituto de Pesos e Medidas do Amazonas fiscalizou 62 estabelecimentos no primeiro dia da operação “Boas Festas” e notificou quatro empresas por comercializarem produtos com peso incompatível com o anunciado 19/11/2014 às 10:21
Show 1
Foram fiscalizados produtos das ceias de Natal e Ano Novo, como pernil, chester e tender
acritica.com Manaus (AM)

O Instituto de Pesos e Medidas do Amazonas (Ipem-AM) fiscalizou 62 estabelecimentos, no cumprimento de exigências de qualidade industrial, no primeiro dia da operação “Boas Festas”, iniciada nesta terça-feira (18), em Manaus. Ao todo, 9.520 produtos foram fiscalizados e quatro empresas notificadas por conta de 158 irregularidades identificadas.

Foram fiscalizados ainda 118 produtos na área de pré-medidos, com uma empresa notificada em razão de cinco irregularidades. O objetivo da operação é averiguar se os produtos, considerados típicos natalinos, estão com peso e qualidade compatíveis com os anunciados pelos estabelecimentos.

Na área de qualidade de produtos, as principais irregularidades foram a falta de certificação de qualidade e produtos com plugues fora do padrão. Com relação aos produtos pré-medidos, destacaram-se treze mostras de produtos variados natalinos que apresentaram diferença entre o peso original e o indicado na embalagem.

De acordo com o presidente do Ipem-AM, Márcio André Brito, a operação irá acontecer até o dia 12 de dezembro, levando as fiscalizações para toda a capital e a região metropolitana de Manaus. Uma vez detectada alguma irregularidade, os comerciantes e os importadores são autuados e têm prazo de 10 dias para apresentar defesa junto ao Ipem-AM. As multas podem variar entre R$ 100 e R$ 200 mil, dependendo do porte da empresa e do grau de reincidência.

Produtos

Na operação, um dos principais objetivos é verificar 160 mil produtos natalinos que serão fiscalizados pelo órgão nas áreas de pré-medidos e qualidade industrial. Ainda de acordo com o presidente do Ipem-AM, esta operação acontece regularmente, mas é intensificada durante os meses de festas de fim de ano.

"O objetivo é fiscalizar os produtos que são bastante consumidos nesta época de Natal, como os produtos certificados: os pisca-piscas e luminárias. Encontramos nas outras fiscalizações produtos sem essa certificação causando risco potencial, principalmente com aquecimento de curto circuito e até incêndios. Por isso o Ipem estará nas ruas fiscalizando os produtos de material elétrico, brinquedos e os produtos que são embalados na ausência do consumidor”, ressaltou.

Na área dos pré-medidos, estão sendo fiscalizados os produtos destinados às ceias de Natal e Ano Novo, como pernil, chester, tender, bacalhau, frutas cristalizadas, castanhas, nozes, panetones e vinhos, entre outros, para verificar se a quantidade informada na embalagem corresponde ao peso declarado pelo fabricante.

Já na área da qualidade industrial estão sendo fiscalizadas as luminárias natalinas e brinquedos, a fim de verificar a conformidade dos produtos juntamente com o Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia – Inmetro.

Em casos de duvidas, o consumidor que se sentir lesado em relação ao peso ou certificação do produto, deve entrar em contato com a ouvidoria do Ipem-AM pelo 0800 092 2020, que funciona de segunda à sexta-feira, das 8h às 12h e das 13h30 às 16h30.

Publicidade
Publicidade