Quarta-feira, 11 de Dezembro de 2019
Nota pública

'Flávio teve sua vida tirada de forma covarde', diz família de engenheiro

A família de Flávio Rodrigues dos Santos, engenheiro encontrado morto após deixar casa onde morava Alejandro Molina Valeiko, pede justiça e comenta maneira brutal do homicídio



FLAVIO_C41429BB-1440-4951-A567-4BCDBE410B19.JPG Foto: Reprodução / Arquivo Pessoal
05/10/2019 às 10:23

Na manhã deste sábado (5), uma nota assinada pelos familiares e amigos do engenheiro Flávio Rodrigues dos Santos, 42 anos, encontrado morto no bairro Tarumã na última segunda-feira (30) após deixar a casa de Alejandro Molina Valeiko, clama por justiça. No documento enviado pela advogada da família da vítima, trechos destacam a forma como o corpo foi encontrado.

“Flávio teve sua vida tirada de forma covarde. As marcas em seu corpo acusam a brutalidade que lhe atacara fatalmente. Mãos machucadas, rosto desfigurado, semblante sofrido... Nem de longe parecia o nosso Flávio”, consta na nota. “Apesar de saber que a verdade que logo emanará será dolorosa, em razão de tamanha crueldade na ação, a incerteza tem sido ainda pior”, complementa.



Cinco dias após o corpo do engenheiro ser encontrado as investigações continuam no âmbito de cumprimento de mandados de prisão temporária. Até o momento, cinco suspeitos estão presos temporariamente por participação direta e indireta no caso. Alejandro Molina Valeiko permence foragido da Justiça.

Ainda na nota, os familiares comentam o trabalho desempenhado pela polícia. “A Polícia tem feito seu trabalho, de forma responsável e diligente, esperamos em Deus que o ritmo das investigações não desacelere e, em breve, nos deparemos com a verdade. Verdade: é isso que queremos!”, consta no documento.

Confira a nota na íntegra:

News portal1 841523c7 f273 4620 9850 2a115840b1c3
Jornalismo com credibilidade

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.