Domingo, 19 de Maio de 2019
TEMPORAL

Forte chuva causa alagamentos e quedas de muros em vários pontos de Manaus

Um muro desabou sobre uma lanchonete na av. Grande Circular e pessoas ficaram presas após igarapé transbordar no Nova Cidade



22/01/2017 às 16:09

A forte chuva que começou a atingir Manaus desde o início da tarde deste domingo (22) causou inundações e quedas de muros em vários pontos da cidade. Um desabamento de muro atingiu uma lanchonete na avenida Grande Circular, Zona Leste. Até as 16h, o Corpo de Bombeiros havia registrado 20 ocorrências pelo Disque 193.

“Estamos dando prioridade para as ocorrências que tenham vítimas”, informou o soldado Denis Ferreira, do Corpo de Bombeiros. Um dos casos de alagamento aconteceu na rua Acre, bairro Nova Cidade, Zona Norte da capital, onde pessoas ficaram presas no interior do imóvel após um igarapé transbordar.

Outro caso grave aconteceu na rua Cupiuba, no bairro Jorge Teixeira, Zona Leste, onde um muro caiu e várias casas ficaram alagadas. Também foi registrado inundação com pessoas ilhadas na rua Elesbão Veloso, no bairro Cidade Nova, Zona Norte, e um alagamento na rua Olavo Bilaque, no Riacho Doce, Zona Norte.

Trechos das principais avenidas da cidade também ficaram alagados, como as avenidas Djalma Batista e André Araújo, na Zona Centro-Sul. Apesar disso, o Instituto Municipal de Engenharia e Fiscalização de Trânsito (Manaustrans) não registrou situações anormais.

Defesa Civil
Até às 17h45, a Defesa Civil Municipal havia registrado 26 ocorrências como uma queda de árvore sobre residência na rua 122, Cidade Nova, Zona Norte, um desabamento de muro na rua L, no Jorge Teixeira, e dois desabamentos parciais na rua Esperança, no Riacho Doce e na rua V, em Santa Inês. Além de cinco deslizamentos de barranco: rua Camapuá na Cidade Nova, rua I em Santa Inês, e mais três ruas no Jorge Teixeira, a rua Miratinga, rua Targete e rua Magnólia.

Entre as 26 ocorrências da Defesa Civil estão 17 alagamentos: rua Ana, no Petrópolis, rua 2 no Mundo Novo, rua 1 em N. S. Perpétuo Socorro, rua Cajaul no Rio Piorini, rua Piriquito na Cidade de Deus, ruas Jumas e Dr. Lopes Goncalves no Novo Aleixo, rua Francisca Galvão no Amazonino Mendes, rua E no Monte Sião, ruas Suécia e Sol Nascente no Grande Vitoria, rua Curió no São José, e mais cinco ruas no Jorge Teixeira, as ruas Tapajós, Jacaré, Alto Paraíso, Pial e 28 de Agosto.

Monte Sião e Arthur Virgílio
O igarapé que corta os bairros Monte Sião e conjunto Arthur Virgílio invadiu várias casas nas proximidades. Moradores aguardam a defesa civil.

A dona de casa Adrielly Albuquerque relata que é a primeira vez que a casa em que reside na travessa X, no bairro Jorge Teixeira, é alagada.Francisca Rocha tentou salvar o que pôde da casa da sobrinha, já que ela estava trabalhando.Moradores contam que o problema é a drenagem do igarapé que não é realizada há quatro anos.

Ao chegar nas proximidades a sobrinha de Francisca, Roseane Costa reconheceu as coisas que foram salvas pela tia. "Trabalho numa cozinha de restaurante. Foi desesperador ver tudo alagado e reconheci de longe minha geladeira", disse.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.