Publicidade
Manaus
Manaus

Fortes chuvas foram as causas das interrupções de energia em Manaus, diz Eletrobras

De acordo com a empresa, árvores e objetos projetaram-se sobre as redes elétrica, causando danos ao sistema elétrico provocando desligamentos em diversos bairros 26/10/2015 às 17:51
Show 1
As interrupções deixaram 42.333 mil unidades consumidoras sem energia.
acritica.com Manaus (AM)

No último fim de semana, centenas de moradores sentiram na pele os transtornos da falta de energia em diversos pontos de Manaus. Desde a sexta-feira (23) até o domingo, a ‘ida e vinda’ da eletricidade atingiu bairros como Flores, na zona Centro-Sul, Bairro da Paz, na zona Norte, Planalto e Redenção, ambos na zona Oeste. De acordo com a reportagem publicada no domingo, além desses, muitos outros bairros ficaram no escuro.

A Eletrobras Distribuição Amazonas informou que os fortes temporais que atingiram a capital durante o período, foram os causadores dos transtornos. De acordo com a empresa, árvores e objetos projetaram-se sobre as redes elétrica, causando danos ao sistema elétrico provocando desligamentos em diversos bairros, deixando 42.333 mil unidades consumidoras sem energia.

Em nota, a empresa afirma que a ocorrência mais grave aconteceu no domingo devido a explosão de um disjuntor de 13.800 volts, na Subestação Redenção, localizada no bairro de mesmo nome.

“O fornecimento de energia elétrica nos locais citados foi normalizado gradativamente e hoje (26), 99% da região metropolitana está com o fornecimento normalizado”, informa a nota.

A empresa ressaltou que todas as equipes de manutenção da Eletrobras Distribuição Amazonas estiveram em campo para restabelecer o fornecimento de energia elétrica, com atenção especial às escolas que realizaram as provas do ENEM.

Prejuízos

Apesar dos esforços no restabelecimento da energia na capital, muitos comerciantes amargaram a perda de suas mercadorias. Um exemplo é o de Ana Kelly Cruz de Souza, que perdeu vários baldes de sorvete durante o ‘apagão’, que ocorreu em todo o sábado, no bairro Nova Vitória, zona Leste. 

“O sorvete que nós tínhamos no freezer derreteu todo, as bebidas, que eu tinha colocado para gelar para o final e semana, ficaram quentes, os clientes reclamaram muito. Foi um caos”, comentou.

Publicidade
Publicidade