Modelo

Fórum Permanente da Zona Franca tem reunião marcada para fevereiro

Representantes da Zona Franca têm se encontrado com a prefeitura para buscar novos avanços ao modelo econômico

Waldick Júnior
27/01/2022 às 23:06.
Atualizado em 08/03/2022 às 15:57

(Foto: Divulgação)

Após agenda em conjunto na quarta-feira, representantes dos setores industrial, comercial e agropecuário de Manaus têm novo encontro com a Prefeitura de Manaus marcado para o dia 4 de fevereiro. A conversa é um adiantamento do que deve ser discutido oficialmente no dia 22 do próximo mês, quando será realizada a primeira reunião do Fórum Permanente de Articulação da Zona Franca de Manaus (FOPAZFM). 

Essa assembleia formada pelos três principais setores que dão sustentação à Zona Franca foi criada no ano passado pela prefeitura. O objetivo desde o início foi aproximar os representantes de empresários à gestão municipal. 

“O fórum é formado pelas federações patronais da indústria, comércio e agropecuária, pelos presidentes das federações de trabalhadores e por secretárias do poder municipal, além de contato com o governo estadual e federal”, explica Gustavo Igrejas, subsecretário de Assuntos Operacionais da Secretaria Municipal do Trabalho, Empreendedorismo e Inovação (Semtepi).

Segundo ele, desde a criação do fórum o contato direto com os setores econômicos de Manaus melhorou muito. O subsecretário conta que, através do fórum, o Comércio um Refis geral para empresas do setor, no ano passado. Da mesma forma, a Indústria demandou e a prefeitura atendeu a um pedido de recapeamento do Distrito Industrial II.

Em recuperação econômica após o baque da pandemia, o Produto Interno Bruto (PIB) do Amazonas registrou alta real de 2,93% no segundo trimestre de 2021, somando R$ 30 bilhões. Desse total, R$ 8,358 bilhões são originários do setor industrial; R$ 15,457 bilhões da área de serviços (incluindo comércio); e R$ 1,5 bilhão na agropecuária. 

Entidades apoiam

A reportagem conversou com representantes de setores econômicos que participaram da última reunião do grupo, na última quarta-feira. Muni Lourenço, presidente da Federação da Agricultura e Agropecuária do Amazonas (Faea) estava presente.

“Nossa impressão da reunião foi muito positiva. A prefeitura teve uma iniciativa oportuna com esse fórum, porque ele vem se mostrando muito útil na interlocução do poder público com os setores econômicos. Nós da Faea já encaminhamos demandas, como de regularização fundiária, e fomos atendidos”, comenta.

Embora seja um dos tripés da Zona Franca desde a sua criação nos anos 1950, economistas apontam que a agropecuária por vezes foi colocada à sombra do setor industrial, que se desenvolveu com mais rapidez e força. Com a existência do Fórum, Muni acredita que o setor agropecuário crescerá ainda mais. 

“Há algum tempo a Zona Franca se envolveu muito com o setor industrial, no entanto, o projeto original contempla os três setores. E temos visto iniciativas da Suframa, por exemplo, de fortalecer a interiorização do modelo ZFM. A retomada do distrito agropecuário e a articulação de novos avanços através do Fórum encurta o caminho para o avanço do nosso setor”, afirma ele. 

Outra entidade que integra o Fórum Permanente é a Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Amazonas (Fecomércio-AM). Aderson Frota é presidente da sigla e citou alguns dos tópicos que devem ser levantados nas próximas reuniões para a melhoria do setor em Manaus. 

“Estamos trabalhando em um documento com uma série de tópicos, dentre eles, o problema da mobilidade urbana; um pedido para uma área de carga e descarga de produtos no Centro de Manaus; e sugestão para profissionalização gratuita de pessoas para o mercado de trabalho”, levanta o representante do comércio.

Aderson ressalta que os tópicos ainda serão discutidos na reunião do dia 22 de fevereiro, mas que buscam melhorar a logística da cidade e abrir caminho para desenvolver não só o setor comercial, mas todos os outros.

Assuntos
Compartilhar
Sobre o Portal A Crítica
No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.
© Copyright 2022Portal A Crítica.Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por
Distribuído por