Terça-feira, 20 de Abril de 2021
ENSAIO SOBRE A COVID

Fotógrafa brasileira da Times registra momentos da pandemia em Manaus

Conhecida por trabalhos internacionais na revista americana Times, a gaúcha Luisa Dorr, de 33 anos, utiliza sua conta no Instagram para divulgar ao mundo a realidade da pandemia no Amazonas



9d7c93a3-8042-4147-9304-3a84cca121ea_2FE9367D-8A80-4870-AB56-D4C221A30708.jpg Foto: Reprodução/Instagram/@luisadorr
11/01/2021 às 00:00

A fotógrafa gaúcha Luisa Dorr, de 33 anos, usou sua conta no Instagram para divulgar cliques de um ensaio fotográfico sobre a Covid-19 em Manaus. Ela que ficou conhecida internacionalmente por fotografar personalidades mundiais apenas com a câmera do celular, em seu novo trabalho registra cenas impactantes da pandemia na capital amazonense, entre elas o momento em que um funcionário da Prefeitura abre covas para enterrar os mortos da Covid-19.

Na publicação, a fotógrafa conta a história de Francisco Gomes dos Santos, de 49 anos, que há 16 trabalha como coveiro no cemitério público Nossa Senhora Aparecida, no bairro Tarumã, Zona Oeste de Manaus. Durante o período mais crítico da pandemia, o local precisou adotar o sistema de trincheiras, com abertura de valas comuns para enterros coletivos, devido ao grande número de sepultamentos diários. A situação caótica foi notícia nacional e chocou o país.



“Olha, eu já presenciei muitas coisas tristes na minha vida, mas nada como isso. Uma pessoa vem ao cemitério e não pode nem se despedir de forma apropriada de seu ente querido. Essa doença mexeu com o mundo todo. Durante o pico da pandemia, não dava nem para ficar parado, havia filas dos carros das funerárias trazendo corpos, um atrás do outro, o dia todo”, disse Francisco à fotógrafa.

Ainda no cemitério do Tarumã, Luisa fez um registro em vídeo sobre o sepultamento em massa na capital amazonense. Ela faz um destaque ainda para o problema da subnotificação. “Sepultamento em massa das vítimas do conaravírus no cemitério público Nossa Sra Aparecida, um novo setor do cemitério, embora a maioria dos mortos não tenha sido provada para Covid-19”, escreveu a fotógrafa.

Luisa conta que quando foi convidada pelo editor de imagens, Gerrit-Jan Van Ek, para fazer o ensaio sobre a Covid-19 em Manaus, sugeriu que o trabalho fosse feito por meio de histórias individuais, das tragédias e da esperança da maioria anônima. Durante a passagem pela Amazônia, Luisa conta ainda, através da fotografia, histórias sobre a luta da comunidade indígena no enfrentamento à Covid-19, as mudanças nas festividades religiosas para evitar aglomeração, além de histórias de esperança daqueles que sobreviveram à doença.

Histórias como a de Antônio José da Costa Campos (66) e Antônio da Silva Campos Neto (34), pai e filho que travaram luta contra o coronavírus e agora estão totalmente recuperados. Os dois foram internados com 50% da capacidade pulmonar comprometida. O primeiro a contrair o vírus foi o Antônio José, depois o filho que tomava conta do pai para que a mãe pudesse ficar em casa e não fosse contaminada.

“Dos oito dias que ele ficou no hospital, eu pude permanecer com ele apenas por quatro dias porque tive que dar entrada em outro hospital, meus pulmões também estavam com a metade da sua capacidade comprometida. Com essa experiência, eu aprendi a valorizar os meus pais, minha esposa e as pequenas coisas da vida que eu não me importava antes”, contou Antônio à fotógrafa.

Carreira

Nascida em Lajeado, no Rio Grande do Sul, Luisa Dorr foi descoberta pela diretora de fotografia da revista americana Time, através de seu perfil no Instagram, que ela usa como diário para divulgar seu trabalho. Na rede social, todos os cliques compartilhados pela fotógrafa foram feitos com um IPhone. Luisa ficou famosa internacionalmente após ter fotografado uma lista de 46 mulheres mais influentes do mundo eleitas pela Time, no projeto ‘Firsts’, trabalho que rendeu a ela 12 capas de revista.

Na foto, a apresentadora americana Oprah Winfrey, uma das personagens do projeto Firsts, da revista Times. Foto: Luisa Dorr.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.