Publicidade
Manaus
Transporte

Frota do transporte coletivo funciona dentro da normalidade neste domingo, diz SMTU

A previsão do TRE-AM é que o número de passageiros utilizando o transporte coletivo gratuito nesta eleição diminua em relação ao primeiro turno da eleição de 2014 02/10/2016 às 12:38 - Atualizado em 02/10/2016 às 12:49
Show df ldf
(Foto: Geraldo Farias)
Geraldo Farias Manaus (AM)

O superintendente da SMTU, Tiago Balbi, informou que o sistema de transporte de Manaus está atuando normalmente com 1356 veículos circulando, com a frota de dia útil, seguindo a programação da gratuidade até as 19h deste domingo de eleição. As únicas denúncias recebidas são de ônibus parados em alguns terminais, Balbi frisou que o problema foi resolvido.

"Nós estamos atuando com a frota de dia útil, com 1356 ônibus trafegando. Colocamos a fiscalização nas entradas das garagens das empresas desde as 4h, para garantir que todos os veículos estivessem disponíveis. Tivemos pouquíssimas reclamações de falta de ônibus", afirmou. O superintendente explicou que as denúncias foram referentes a ônibus parados em terminais, como no Terminal 4. O problema é que as viagens estão sendo mais rápidas, mas o período de repouso de um dia comum estava sendo mantida sem necessidade.

"Nós detectamos o problema e comunicamos ao chefe do terminal que diminuísse o tempo de descanso", informou Tiago Balbi.

O diretor presidente do Manaustrans, Eudes Menezes, disse que não ocorreu nenhuma intervenção no trânsito. O diretor afirma que isso se deve ao rezoneamento dos eleitores feitos durante o recadastramento biométrico. " Diminuiu muito o trânsito nas avenidas. Esse sucesso se deve muito ao recadastramento biométrico do TRE", disse.

A previsão do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-AM) é que o número de passageiros utilizando o transporte coletivo gratuito nesta eleição diminua em relação ao primeiro turno da eleição de 2014, quando 1,2 milhão de pessoas utilizaram o serviço. "Esperamos diminuir bastante esse número de usuários devido ao rezonemaneto, com as pessoas votando próximas de suas casas, não precisando utilizar o transporte gratuito", informou.

O TRE também apresentou informações quanto ao sistema de energia no Estado. Até o momento há um problema no abastecimento no município de Tonantins e em Maués. "Há um problema na área rural de Tonantins, causado por fortes chuvas na região. O mesmo problema também ocorre em Maués, em duas escolas", explicou Wilson César de Araújo da Eletrobras Amazonas Energia.

O diretor-geral do TRE, Messias Andrade, frisou que a falta de energia nesses municípios não interromperam totalmente o andamento da eleição. "As urnas já possuem baterias em caso de precisar, e também reforçamos com mais uma bateria que dura oito horas", disse Andrade.

Publicidade
Publicidade