Quarta-feira, 24 de Abril de 2019
publicidade
FUCAPI.JPG
publicidade
publicidade

EDUCAÇÃO

Fucapi vai receber intervenção temporária do Ministério Público do Amazonas

Informação foi repassada em comunicado à imprensa pela Azione Educação, empresa que em maio assumiu a gestão educacional da entidade


06/06/2018 às 17:36

A Fundação Centro de Analise, Pesquisa e Inoção Tecnológica (Fucapi) vai receber intervenção do Ministério Público do Estado do Amazonas (MPE-AM). O informe foi feito pela Azione Educação, que em abril assumiu a gestão da instituição, em comunicado à imprensa após reunião com representantes do MPE-AM nessa terça-feira (5).

Segundo o comunicado, a intervenção na Fucapi será “temporária” e visa a “continuidade de sua recuperação”. Em janeiro, o Ministério Público divulgou que a Fundação acumulava dividas em torno de R$ 100 milhões.

“A Azione Educação vem a público reforçar que não se opõe às orientações do Ministério Público e reitera o seu interesse na mantença da Gestão Acadêmica da Instituição e peticionará essa posição, de apoio à intervenção, nos autos do processo”, diz trecho do comunicado emitido pela mantenedora da Fucapi.

publicidade

No documento, a Azione Educação também diz seguir “com o interesse na gestão educacional da instituição, caso haja a possibilidade da alienação da área educacional futuramente”.

“A Azione Educação comprovou nos autos da ação pública, todo o investimento realizado por ela nesses 45 dias, e sabemos da importância da sua entrada no processo, que evitou o dano educacional, pois a área educacional já se encontrava há 3 semanas sem aulas quando estipulamos o novo calendário de recuperação que permitiria alcançar, até o final de julho, os 100 dias letivos exigidos pelo Ministério da Educação”, afirma.

No último dia 28, alunos da Fucapi bloquearam o trânsito parcialmente em frente à sede da Faculdade, na Zona Sul de Manaus, protestando pela falta de pagamento dos salários dos professores referente aos meses de abril e maio. O estudantes alegaram que o atraso de salários havia feito com que as aulas fossem interrompidas.

O comunicado da Azione termina com a afirmação de que a mantenedora apresentou um novo calendário acadêmico para o primeiro semestre letivo de 2018, visando não prejudicar a comunidade acadêmica.

publicidade
publicidade
Justiça cassa liminar que suspende aumento da tarifa de ônibus em Manaus
Ex-procurador-geral do MPE e mais cinco são condenados por improbidade administrativa
publicidade
publicidade
publicidade
publicidade

publicidade
publicidade

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.