Segunda-feira, 22 de Abril de 2019
publicidade
demitidos-unimed_DB96252E-9444-4FB6-B38A-E7CBBE85928E.JPG
publicidade
publicidade

REIVINDICAÇÃO

Funcionários demitidos pela Unimed Manaus cobram direitos trabalhistas

Ex-colaboradores afirmam que a empresa pede que eles abram mão de direitos como o FGTS, aviso prévio e férias vencidas. Unimed diz que irá negociar


12/12/2018 às 02:05

Após serem demitidos sem aviso prévio e sem justa causa, aproximadamente 300 ex-funcionários (entre técnicos de enfermagem e administrativos) da Unimed Manaus pedem o pagamento total dos direitos trabalhistas como os 40% da multa referente ao Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS).  Entre os demitidos estão pessoas contratadas pela própria empresa e outras que foram disponibilizadas e migradas pelo Hospital Prontocord à Unimed.

“Eles querem que a gente abra mão dos 40% do FGTS, aviso prévio e das férias vencidas. As férias proporcionais ao aviso prévio, eles também não querem pagar”, ressaltou uma técnica de enfermagem que preferiu não ser identificada.

“Nós começamos a pertencer a Unimed no dia 1º de abril deste ano e ficamos até o dia 30 de novembro. A direção da empresa nos disse que não pertencíamos mais ao Prontocord. A única coisa que a gente tem certeza  é o FGTS do Prontocord e a Unimed não quer liberar a chave para o saque”, completou ela.

Outra funcionária que atua como auxiliar de enfermagem pede apenas os direitos. “A gente não pediu para sair, foram eles que deram as nossas contas”, disse.

“Hoje (ontem) aqui no sindicato, nós estamos recebendo nosso FGTS que se encontrava depositado, não esquecendo que nós temos nove meses de atraso do Fundo, que eles deixaram bem claro que não têm como pagar. E se nós  quiséssemos procurar uma ação judicial, que ficássemos a vontade”, contou uma outra técnica de enfermagem.

Como uma empresa faz uma demissão em massa e depois vem dizer que não tem como pagar?”, questionou a técnica.

Esclarecimento

Por meio de nota, a Direção da Unimed Manaus afirmou que realizou no final do mês de novembro a demissão de cerca de 280 dos seus funcionários, na intenção de “reestruturar e garantir a continuidade da sua operação, a fim de redimensioná-la, conforme o quadro atual de beneficiários, uma vez que sofreu uma perda significativa no volume de clientes, e consequentemente na sua receita, no ano de 2018”. 

Ainda conforme o comunicado da empresa, estes ex-funcionários, distribuídos nos mais diversos setores, tiveram que ser desligados, o que gerou um passivo significativo de verbas rescisórias a serem pagas das quais “a Unimed não deixará de honrar”.

A empresa afirmou ainda que, por conta das condições econômicas financeiras atuais, “a Unimed não dispõe no momento do capital necessário para a devida quitação das verbas rescisórias”.

Saúde financeira

De acordo com a Unimed Manaus, embora esteja enfrentando muitas dificuldades, a Direção da empresa garantiu que vai honrar com os compromissos em relação aos ex-colaboradores, no entanto, pediu compreensão dos mesmos. Em nota, a empresa destacou que “na medida em que avance a recuperação da saúde financeira da empresa”, a situação será resolvida gradualmente.

Empresa diz que vai renegociar

A Unimed Manaus reafirmou, em nota, o compromisso de negociar junto aos ex-colaboradores os valores devidos, nos termos da Convenção Coletiva de Trabalho (CCT) e Consolidação das Leis do Trabalho (CLT).

“A Direção garante que não deixará de honrar com os compromissos em relação aos seus ex-funcionários, apenas pede compreensão para que tudo possa ser resolvido de forma gradual, na medida em que avance a recuperação da saúde financeira da empresa”. Ao final, a empresa informou que efetuou o pagamento do saldo de salário do mês de novembro aos ex-funcionários, assim como disponibilizou as guias de FGTS e Seguro-Desemprego, no ato da Homologação da rescisão junto ao Sindicato da categoria.

publicidade
publicidade
Defensoria determina que Unimed ofereça tratamento contra câncer a um paciente
Justiça mantém decisão e suspende transferência de clientes da Unimed Manaus
publicidade
publicidade
publicidade
publicidade

publicidade
publicidade

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.