Terça-feira, 21 de Maio de 2019
Manaus

Funcionários do TRE-AM têm salários quadruplicados

Os servidores do Tribunal tiveram, em outubro, aumentos generosos nos vencimentos a título de vantagens eventuais. No TSE , a corte anunciou investigação para apurar possíveis abusos nos pagamentos



1.gif
Jornadas dobradas de funcionários em função das eleições municipais de 2012 teriam motivado os acréscimos
16/01/2013 às 13:45

Em outubro de 2012, servidores do Tribunal Regional Eleitoral do Amazonas (TRE-AM) quase quadruplicaram seus salários com o recebimento de “vantagens eventuais”. Tais vantagens podem ter, entre outras origens (como férias), o pagamento de horas extras.

Na segunda-feira (14), reportagem do jornal “O Estado de S. Paulo” mostrou que o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) gastou com horas extras R$ 9,5 milhões entre setembro e novembro de 2012. A corte anunciou investigação para apurar possíveis abusos nos pagamentos.

Levantamento de A CRÍTICA identificou na folha de pagamento do mês de outubro do ano passado do TRE-AM, por exemplo, que um técnico judiciário C-15 lotado na assessoria de Comunicação da corte recebeu R$ 21,1 mil de vantagens eventuais. O salário do servidor é R$ 6,8 mil.

O plus de R$ 21,1 mil na remuneração do técnico judiciário do TRE-AM, equivalente a 3,9 vezes a remuneração dele (R$ 6,8 mil), rendeu-lhe no final daquele mês um salário (líquido) de ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), que ganhava no ano passado R$ 26,7 mil. E hoje ganha R$ 28 mil.

(A íntegra deste conteúdo está disponível para assinantes digitais ou na versão impressa).


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.