Terça-feira, 23 de Abril de 2019
publicidade
1.jpg
publicidade
publicidade

Manaus

Fundação Francisca Mendes realiza mais de 2,5 mil procedimentos de hemodinâmica

Na área de cardiologia intervencionista, o novo serviço realizou 1.663 procedimentos. Já na área neuroendovascular, foram 351


10/04/2015 às 15:49

A Fundação do Coração Francisca Mendes, vinculada à Secretaria de Estado da Saúde (Susam), está comemorando um ano de funcionamento do novo serviço de Hemodinâmica da unidade, com a marca de 2.580 procedimentos endovasculares de alta complexidade, realizados neste período. Os números foram apresentados nesta sexta-feira (10), em reunião da equipe multiprofissional que compõe o serviço, realizada na sede da fundação.

De acordo com o balanço apresentado na reunião desta sexta-feira, na área de cardiologia intervencionista, o novo serviço realizou 1.663 procedimentos, incluindo 38 cateterismos cardíacos pediátricos.

Na área neuroendovascular, foram 351 procedimentos, três deles de angiografia em crianças na faixa etária de 10 a 14 anos. Os demais procedimentos ficaram distribuídos entre as áreas vascular (236) e de arritmologia (330), incluindo um caso de procedimento terapêutico (ablação) em criança.

Investimentos e reformas

“A Fundação do Coração Francisca Mendes já dispunha de Serviço de Hemodinâmica, mas os investimentos realizados pelo Governo do Estado, em parceria com o Ministério da Saúde, foram necessários para dar um up grade no atendimento”, frisou o secretário estadual de Saúde, Wilson Alecrim,

Ele ressalta que o equipamento de Hemodinâmica, dotado de tecnologia 3D, que foi colocado em funcionamento há um ano é considerado um dos mais modernos em uso, nas regiões Norte e Nordeste do País.

“Esse aporte tecnológico nos permitiu, por exemplo, dobrar a capacidade de realização de procedimentos endovasculares, tanto para o diagnóstico quanto para o tratamento de doenças cardíacas em adultos e crianças”, disse Wilson Alecrim.

A implantação do novo serviço de Hemodinâmica da Fundação Francisca Mendes integrou o pacote de investimentos da ordem de R$ 45 milhões – entre obras e equipamentos – que resultou na ampliação das instalações da unidade, que é a referência da rede estadual de saúde, na área de cardiologia.

A área de expansão – um prédio de 3 andares – abriga a enfermaria pediátrica com 21 leitos, a Unidade de Terapia Intensiva Pediátrica, com 10 leitos (sendo três neonatais) e o serviço de Hemodinâmica.

“Essa nova estrutura permitiu que a Fundação passasse a realizar as cirurgias cardíacas em crianças, que até então era oferecida pelo Estado por meio da rede conveniada. Nesse período, já realizamos 58 cirurgias pediátricas e estamos avançando na ampliação da oferta desses procedimentos”, explicou o diretor-presidente da Fundação do Coração, Pedro Elias Souza.

publicidade
publicidade
Crianças vacinadas contra H1N1 no Amazonas precisam tomar a 2ª dose
Autoexame da mama não substitui exame clínico, diz Ministério da Saúde
publicidade
publicidade
publicidade
publicidade

publicidade
publicidade

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.