Quinta-feira, 21 de Janeiro de 2021
RISCO

Fundamentais para as eleições, mesários e motoristas de ônibus temem contágio da Covid-19

O primeiro turno das eleições municipais, neste domingo (15), tem preocupado mesários convocados e motoristas do transporte coletivo de Manaus que terão que lidar diretamente com o público em meio à pandemia de Covid-19



14388_A8EEFE6E8ECDFA6B_AE34B56B-E10B-4E83-8D16-6A0480683ADC.jpg Foto: Tânia Rêgo/Agência Brasil
13/11/2020 às 16:01

Mesmo com a série de medidas de segurança sanitárias adotadas pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), a fim de conter o risco de contágio pelo novo coronavírus durante as eleições municipais, os mesários têm criado expectativas quanto aos cuidados que a população terá no próximo domingo (15), dia que marca a votação para o primeiro turno em Manaus e restante do Brasil.

Além dos mesários, os motoristas de transporte público também temem a falta de conscientização de passageiros em meio à pandemia da Covid-19. “Eu estou meio aflita para dizer a verdade. Ter que lidar com pessoas que sabemos que não vão respeitar as recomendações necessárias, dá certo medo. Por exemplo, cada um tem que levar sua caneta, você acha mesmo que as pessoas vão lembrar-se disso?”, questionou a jornalista, Doris Rios, 26 anos.



É a primeira vez que ela trabalhará como mesária no dia das eleições e conta que tomará todos os cuidados recomendados para a própria saúde e dos demais como utilizar a máscara de proteção, o escudo facial e álcool em gel 70%. “Eu nunca tinha pensado na responsabilidade de ser mesária, mas esse ano vai ser um ato de cidadania em plena pandemia já que a gente se coloca à disposição para atender várias pessoas”, destacou ela, que ainda recomenda à população para que se sensibilize com o momento de democracia em plena pandemia.

“Eu recomendo que as pessoas respeitem as instruções, não se esqueçam da caneta, máscara e principalmente respeitem o distanciamento. Deixem o horário da manhã reservado para os idosos. E que se tiver qualquer sintoma de gripe não compareçam. Pensem no próximo. As eleições são importantes, vamos colocar por mais quatro anos uma pessoa para governar nossa cidade que tenhamos consciência e respeito ao próximo”.

Preparo

Já a servidora pública Larissa Gomes, 21 anos, foi convocada para atuar como suplente, ou seja, ela está apta para substituir qualquer função da mesa, caso seja necessário. Ela afirma como espera que seja seu próximo domingo.

“Minha correria já começará desde hoje (sexta-feira) por que teremos a última reunião com o TRE para definir alguns pontos. Amanhã temos que ir para a escola arrumar as sessões e organizar tudo para domingo. Já no domingo, a gente tem que estar na escola as 6 horas, pois iremos tomar café e nos organizar antes do início das eleições as 7 da manhã”.

Esta também será a primeira eleição a qual a servidora pública atuará como suplente e afirma estar preparada para atender a população. “Eu nem penso tanto na minha saúde, o meu receio são os mais idosos que serão a preferência nas eleições, já que eles terão exclusividade pela manhã inteira. Sobre os cuidados, a gente vai seguir as recomendações e cuidados q o próprio TRE vai ter conosco disponibilizando todos os EPIs, então quanto a isso vou tá tranquila, pois estarei paramentada”, reforçou.

Cuidados

Segundo o Tribunal Regional Eleitoral do Amazonas (TRE-AM), a Justiça Eleitoral elaborou um protocolo sanitário para garantir que os eleitores possam votar com segurança em meio à pandemia da covid-19. Pelas regras, os eleitores só poderão para entrar nos locais de votação se estiverem usando máscaras faciais e deverão higienizar as mãos com álcool em gel antes e depois de votar. A distância de um metro entre eleitores e demais pessoas presentes às seções também deverá ser mantida. O TSE recomenda ainda que o eleitor leve sua própria caneta para assinar o caderno de votação.

Outras medidas podem ser conferidas no site: https://www.tre-am.jus.br.

Ônibus lotado preocupa

Nestas eleições, o motorista de transporte coletivo também precisa estar atento a todas as medidas de segurança contra o vírus já que grande parte da população precisa locomover-se de ônibus até as suas zonas eleitorais. Com a gratuidade da tarifa, os motoristas acreditam que a demanda de eleitores será alta no domingo, 15 de novembro.

“Domingo será um dia conturbado e essa gratuidade vai fazer com que muitos idosos saiam de casa por que eles não vão só votar, as pessoas vão passear. Eu acredito que a pandemia vai piorar por conta dessas eleições”, afirma o motorista Edson Pereira, 35 anos.

Outro motorista afirma que tem se prevenido contra o vírus por meio do uso de máscara de proteção, no entanto, a grande movimentação de passageiros é inevitável. “A gente espera grande fluxo de passageiros nos ônibus em virtude da gratuidade principalmente, é essa a nossa expectativa”, disse Wilson de Souza, 52 anos.


Os motoristas Wilson (à esquerda) e Edson (à direita) revelam preocupação com a possível lotação dos ônibus no domingo (15). Fotos: Yasmin Feitosa

A gratuidade da tarifa do transporte coletivo público urbano para o próximo domingo, 15/11, primeiro turno das Eleições Municipais 2020 está prevista pela Lei nº 2.703, regulamentada pelo Decreto nº 4.940, publicada no Diário Oficial do Município (DOM), nº 4.965, desta quinta-feira, 12/11. As viagens com gratuidade de passagens estão previstas das 4h às 20h. A medida se estenderá para o segundo turno, caso houver, previsto para 29 de novembro.

Como medida de prevenção ao combate do novo coronavírus, o prefeito de Manaus Athur Neto ressaltou que vai haver uma maior vigilância para evitar aglomerações nos veículos do transporte coletivo.

“As empresas já estão orientadas sobre suas responsabilidades, assim como o Instituto Municipal de Mobilidade Urbana, IMMU, para que seja feita uma forte vigilância para evitarmos aglomeração que possa pôr em risco a saúde dos passageiros”. Para o monitoramento, fiscais de transporte do IMMU estarão nos terminais de integração observando fluxo de passageiros e fazendo ajustes, caso necessário.

News karol 2d8bdd38 ce99 4bb8 9b75 aaf1a868182f
Repórter de Cidades
Jornalista formada pela Uninorte. Apaixonada pela linguagem radiofônica, na qual teve suas primeiras experiências, foi no impresso que encarou o desafio da prática jornalística e o amor pela escrita.

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.