Publicidade
Manaus
Marina do Davi

Garçom morre afogado após barco afundar no rio Negro, próximo à Marina do Davi

Oito pessoas, entre garçons e iluminadores de uma festa, estavam na embarcação que naufragou na madrugada. As vítimas não sabiam nadar e estavam sem colete salva-vidas, segundo os bombeiros 30/09/2016 às 10:26 - Atualizado em 30/09/2016 às 11:33
Show show fernanda
O corpo de Lineu Souza Bezerra, 30, só foi encontrado e resgatado nesta manhã (Divulgação)
Vinicius Leal Manaus (AM)

O passageiro de um barco morreu afogado na madrugada desta sexta-feira (30), em Manaus, por volta da 00h30, após a embarcação em que ele estava ter afundado no rio Negro, próximo à Marina do Davi, na orla oeste de Manaus. Ao todo, oito pessoas ocupavam a embarcação, apenas sete sobreviveram.

A vítima em óbito foi identificada como o garçom Lineu Souza Bezerra, de 30 anos. O corpo dele só foi encontrado e resgatado na manhã de hoje, por uma equipe de três mergulhadores do Corpo de Bombeiros. “Fomos pela madrugada no local do ocorrido, mas as buscas só iniciaram hoje cedo, por volta das 7h45”, explicou o tenente Janderson Lopes.

O garçom e mais sete colegas de trabalho, entre outros garçons e iluminadores de uma empresa de festas, eram os passageiros do barco, de pequeno porte e que tinha capacidade para oito pessoas. Eles tinham como destino a Marina do Davi e caíram na água durante o naufrágio. Os sobreviventes foram resgatados por outras três embarcações que estavam a serviço da mesma empresa de festas.

“Eles não sabiam nadar. Se salvaram... Mas um que estava com mochila, com pertences pessoais... Ela (mochila) boiou, mas ele não”, explicou o tenente. De acordo com o tenente Janderson Lopes, além de não saberem nadar, nenhuma das vítimas usava colete salva-vidas. 

O corpo do garçom foi conduzido ao Pelotão Fluvial do Corpo de Bombeiros, perto do 9º Distrito Naval, também na Zona Oeste da cidade. De lá, o corpo será removido ao Instituto Médico Legal (IML).

Publicidade
Publicidade