Publicidade
Manaus
PERÍCIA

Gerente da Amazonaves diz que experiência salvou a vida de piloto em acidente

Segundo funcionário da empresa proprietária do avião que caiu em Manaus, piloto jogou a aeronave ao solo de uma forma que pudesse sair com vida 22/05/2018 às 12:23
Show whatsapp image 2018 05 22 at 10.48.19
(Foto: Winnetou Almeida)
Amanda Guimarães Manaus

O gerente de segurança operacional da Amazonaves Taxi Aéreo, João Tavares dos Santos, afirmou que o piloto da aeronave Cessna 208B, prefixo PT-FLW, identificado como Clóvis Martiny, é um dos mais experientes da empresa e, por isso, conseguiu sobreviver ao acidente ocorrido na manhã desta terça-feira. 

"Ele percebeu que o avião cairia e jogou a aeronave de uma forma que ele pudesse sair. Saiu do local com a bolsa pessoal dele, que todo piloto utiliza. Ele foi para o hospital, mas deve ser liberado ainda hoje”, comentou o gerente. O piloto está no 28 de Agosto, para onde foi levado por funcionários da empresa com apenas um ferimento na boca.

LEIA MAIS: Avião que caiu em Manaus estava com documentação regular junto à Anac

De acordo com a empresa, a aeronave chegou de São Gabriel da Cachoeira na noite desta segunda-feira e foi para o Aeroporto Eduardo Gomes. Hoje pela manhã ela estava sendo levada para o Aeroclube de Manaus, onde aguardaria o próximo voo agendado.  Ficamos sabendo do acidente pelos nossos comandos e depois nos deslocamos para o local da ocorrência”, disse ele.

O piloto tem 55 anos e, segundo o gerente da empresa, é militar da reserva.  “Queremos conversar com o piloto para saber de fato o que aconteceu. Até o momento, não sabemos as causas do acidente. A Aeronáutica vai nos ajudar nas investigações”, finalizou

Publicidade
Publicidade