Quinta-feira, 18 de Julho de 2019
Manaus

Gerente de banco facilitava entrada de assaltantes em agências de Manaus

Policiais da DERFD prenderam três membros da quadrilha que assaltou agências no Ciesa e UniNilton Lins



1.jpg Entre os presos está a gerente do banco Suziane Nogueira Ribeiro da Silva, acusada de facilitar os roubos
31/07/2013 às 08:04

Integrantes da quadrilha que assaltou as agências do banco Santander localizadas nas universidades Ciesa e UniNilton Lins, nos meses de abril e maio, foram presos na manhã desta terça (30) pelos policiais da Delegacia Especializada em Roubos, Furtos e Defraudações (DERFD). Entre eles está a gerente do banco Suziane Nogueira Ribeiro da Silva, 30, acusada de facilitar os roubos.

Segundo o delegado titular da DEHS, Orlando Amaral, Suziane é suspeita de ter facilitado a ação da quadrilha nos dois assaltos. “Ela trabalhava como gerente na unidade Ciesa na ocasião do primeiro crime. Após o assalto, ela foi tranferida para o banco da UniNilton Lins, onde aconteceu o segundo assalto com menos de um mês de diferença”, explicou o delegado.

Junto com Suziane foram presos Rander Oliveira Fortes, 26, que é namorado dela, e Jair Eleóterio Cardoso, 24. De acordo com Orlando Amaral, o quarto membro da quadrilha, identificado como Eduardo Xavier Ribeiro Junior, 35, está sendo procurado e pode ser preso ainda nesta quarta (31).

As imagens do assalto na UniNilton Lins mostraram que o criminoso entrou no banco sem arrombar a porta, desligou o alarme, pegou a chave do cofre que ficava no estabelecimento, desviou a câmera de segurança da direção do cofre, abriu o mesmo usando senha e chave, tirou o dinheiro, colocou-o em uma mochila e foi embora.

O delegado informou que a gerente do banco contou que o dinheiro não foi todo levado no dia do assalto, e sim no dia anterior. Em depoimento, Suziane disse ainda ter planejado o assalto junto com o namorado por ter raiva do banco em que trabalhava e ter muitas divídas. “Ela afirmou se sentir explorada porque trabalhava demais”, disse o delegado.

Com os R$ 405 mil roubados, a gerente explicou ter comprado um terreno no valor de R$ 50 mil e ter pago dívidas de cartão de crédito dela e do namorado Rander, além de pagar R$ 32 mil para Eduardo e R$ 5 mil para Jair.

Receba Novidades

* campo obrigatório

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.