Publicidade
Manaus
PRESO NA LA MURALLA

Gerente do tráfico da FDN é julgado sob forte esquema de segurança

Bruno Henrique Assis Bezerra, o "Parazinho", é acusado da morte do traficante Lailton Cavalcante da Silva, ocorrido em 2014. Ele foi preso na Operação La Muralla e cumpre pena em presídio federal 04/05/2017 às 11:51 - Atualizado em 04/05/2017 às 11:57
Show parazinho
"Parazinho" está sendo julgado nesta quinta-feira (4) (Foto: Gilson Mello/Freelancer)
Joana Queiroz Manaus (AM)

Sob forte esquema de segurança formado por policiais federais e militares, a 2ª Vara do Tribunal do Júri julga nesta quinta-feira (4) um dos líderes da facção criminosa Família do Norte (FDN), Bruno Henrique Assis Bezerra, o “Parazinho”.

Ele está sendo julgado pela morte do traficante Lailton Cavalcante da Silva, o "Boi", ocorrido no dia 20 de abril de 2014 na feira da Panair. A vítima, de acordo com os autos, era o sucessor do traficante Frank Oliveira o "Frankzinho do 40" na área do bairro da Raiz, Zona Sul de Manaus.

Parazinho é um dos presos da Operação La Muralla e cumpre pena no presídio federal de Catanduvas. A pedido da Polícia Federal, ele será julgado algemado devido à sua alta periculosidade. Ele é apontado pela polícia como um dos gerentes do tráfico da FDN.

Ao ser interrogado, Bruno confessou que estava preso em Catanduvas porque é o acusado de ser o responsável pela abertura de túneis para fuga de presos do regime fechado do Complexo Penitenciário Anísio Jobim (Compaj).

Publicidade
Publicidade