Sexta-feira, 24 de Maio de 2019
Sem autorização

Goiabeira é arrancada por funcionários de obra da Seminf e deixa família com prejuízos

Plantada há mais de 20 anos na frente de casa no bairro Cachoeirinha, árvore fornecia sombra para quarto de idosa e foi retirada sem autorização



goiabeira_B5EA647F-9EC5-45A6-9C97-F2ACE20F1CA0.JPG
Árvore tinha mais de 20 anos. Foto: Divulgação
17/04/2019 às 21:41

Na tarde do último sábado (13), a esteticista Elzineide Góes presenciou uma cena que causou tristeza e revolta: a goiabeira que ficava na frente de sua casa, plantada há mais de vinte anos pelo pai, foi derrubada por um trator. A pavimentação do asfalto estava sendo realizada desde a manhã daquele dia, na rua Parintins, bairro Cachoeirinha, Zona Centro-Sul de Manaus, mas a retirada não havia sido solicitada.

A placa do salão de beleza tocado por ela, que funciona na própria residência, também veio abaixo. Seus dois irmãos, Elzilene e Elziomar, estavam na casa e saíram para tomar satisfações com um funcionário que se identificou como encarregado da obra, executada pela Iza Construções e Comércio Ltda. “A goiabeira estava cheia de frutos. A calçada foi reformada recentemente e também teve danos. Um prejuízo”, disse Elzineide. “A árvore foi arrancada sem motivo, até porque é necessário pedir autorização para esse tipo de obra”.

De acordo com Elzilene, uma peça do veículo engatou num galho da goiabeira e, mesmo depois da queda, o operador continuou avançando. “O funcionário que se apresentou como encarregado prometeu pagar o prejuízo, avisou que tiraria fotos para encaminhar ao engenheiro responsável. Questionamos como seríamos ressarcidos pela perda da árvore. O funcionário respondeu que nos daria uma goiabeira”, relatou Elzilene.  “Ele ficou irritado e chegou a nos ameaçar. Ele mandou que eu falasse baixo, pois uma senhora que discutiu com ele teve o carro quebrado”, acrescentou.

Elzilene disse que ainda não recebeu a visita do engenheiro, marcada para a tarde desta terça-feira (16), para acertar o valor da indenização. Ela trabalha como massoterapeuta e mora com os dois irmãos e a mãe, Elzila, que sofreu um acidente vascular cerebral (AVC) e precisa de cuidados especiais.  “A sombra da árvore incidia sobre o quarto dela. Hoje, mamãe sofre com o calor”, lamenta Eldilene.

Procurada pela reportagem, a Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminf) informou que está tomando conhecimento dos fatos e irá averiguar a situação, bem como encaminhará um representante do órgão ao local.

News portal1 841523c7 f273 4620 9850 2a115840b1c3
Jornalismo com credibilidade

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.