Publicidade
Manaus
SEGURANÇA

Governo do AM lança projeto para por ordem na região portuária da Manaus Moderna

Carregadores e guardadores de veículos foram cadastrados para atuar no local, após denúncias de ameaças, extravio de mercadorias, tráfico e roubo 05/01/2018 às 12:10
Show d99b688b 1e70 4b0d 8dc5 23f368ee2dc3
Projeto “Manaus Moderna” foi lançado nesta sexta-feira (5), pelo governador Amazonino Mendes (Foto: Winnetou Almeida)
Silane Souza Manaus (AM)

Carregadores e guardadores de veículos que atuam na região da Manaus Moderna, no Centro, farão parte de um banco de dados da Secretaria de Estado de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM) e atuarão com identificação fornecida pelo órgão. A medida faz parte do projeto “Manaus Moderna”, lançado nesta sexta-feira (5) pelo governador Amazonino Mendes com objetivo de ordenar a área e promover ações educativas e de combate ao tráfico de drogas. 

Amazonino disse que todos que visitavam a área percebiam que havia necessidade urgente de uma intervenção de governo. “Não apenas em termo de segurança, mas em todos os sentidos”. “E foi isso que o secretário Bosco fez juntamente com os setores do governo e trouxe para cá o que a gente chama de organização da sociedade. É parte da sociedade ser organizada. Esse é um dos caminhos que nós temos para superar as crises e os problemas que nos assolam”, afirmou.

O cadastro dos trabalhadores com o objetivo de identificá-los foi feito pela SSP-AM entre os meses novembro e dezembro do ano passado, após denúncias de que supostos carregadores do porto da Manaus Moderna estariam ameaçando e até extraviando mercadorias e pertences de clientes que não aceitavam os valores cobrados pelos serviços, além de denúncias de tráfico de drogas, roubos e furtos.

De acordo com o secretário de Segurança Pública e vice-governador, Bosco Saraiva, durante o trabalho, 16 foragidos da justiça e nove infratores com mandado de prisão em aberto foram capturados pela Secretaria Executiva-Adjunta de Operações (Seaop). Ao todo, 260 pessoas foram cadastradas, sendo que, desse total, 47 foram encaminhadas para cursos profissionalizantes, 39 para tratamento de dependência química e duas para matrícula escolar.

Hoje, durante o lançamento, os carregadores e guardadores de veículos cadastrados pela SSP-AM receberam o colete e o crachá funcional com o qual trabalharão a partir de hoje. Bosco Saraiva enfatizou que o projeto piloto será implementado para outras regiões da cidade. “Nós vamos levar para a Feira do Produtor, Fuxico, Manôa, centro comercial da Compensa, entre outros”, revelou. “Vamos organizar todos os aglomerados comerciais que estão desorganizados”, garantiu.

Publicidade
Publicidade