Terça-feira, 14 de Julho de 2020
ATÉ SEXTA (6)

Governo deve convocar 700 aprovados no concurso dos Bombeiros de 2009

A informação foi confirmada pelo deputado estadual delegado Péricles (PSL) durante um discurso na plenária da Assembleia Legislativa do Estado (Aleam) nesta quinta-feira (6)



show_bombeiros_bombeiros_E85B3FA6-0010-4E8F-8623-37831CE57335.jpg Foto: Arquivo/AC
06/02/2020 às 20:43

Cerca de 700 aprovados em um concurso público, realizado pelo Corpo de Bombeiros do Amazonas (CBMAM), em 2009, devem ser convocados pelo governo de Estado até sexta-feira (7). A informação foi confirmada pelo deputado estadual delegado Péricles (PSL) durante um discurso na plenária da Assembleia Legislativa do Estado (Aleam) nesta quinta-feira (6). 

De acordo com o delegado Péricles, do total de convocados, parte dos servidores pode compor o quadro de um novo hospital militar, proposto em um projeto de lei elaborado por ele e apresentado ao vice-governado Carlos Almeia (PRTB), no ano passado. A proposta é que a rede hospitalar atenda, não só os militares, mas toda a população de Manaus.



“Esses convocados passaram por vários governos que não fizeram nada. Agora o governador Wilson Lima teve a sensibilidade de entender o nosso projeto e levá-los para uma unidade militar hospitalar de referência, que a gente acredita ser uma transformação na saúde do nosso Estado”, disse o deputado.

A deputada estadual Joana d’Arc (PL) destacou que, por falta de vontade política, o chamamento ocorreu após 11 anos e acrescentou que a convocação é resultado de reivindicações feitas por outros parlamentares como o cabo Maciel (PL), Alessandra Campêlo (MDB) e Delegado Péricles (PSL). Ela acrescentou, ainda, que após a convocação desses aprovados, haverá um fortalecimento na saudade do Amazonas. 

“A maioria dos aprovados é da área da saúde. São médicos, enfermeiros, farmacêuticos que podem contribuir para que a gente continue a erguer a saúde no Estado. Eu fico muito feliz de saber que a gente tem um governo com essa sensibilidade”, disse a parlamentar.

Decisão judicial 

Em agosto de 2019, a Secretaria de Estado de Saúde (Susam) e o CBMAM assinaram o termo de intenção permitindo que 694 profissionais da área da saúde, que passaram no concurso público, atuem em uma unidade da rede estadual de saúde. O secretário da pasta, Rodrigo Tobias, afirmou que a Susam está finalizando o estudo que vai apontar a unidade com o melhor perfil para ser gerida pelos profissionais médicos do Corpo de Bombeiros. 

A medida em andamento foi a solução encontrada para que o Governo do Estado cumpra a determinação da Justiça, que atendeu a um processo instaurado pela Defensoria Pública do Estado do Amazonas (DPE-AM) em favor da convocação dos classificados no concurso dos Bombeiros. 

O Governo, à época da convocação, decidiu não chamar os classificados da área de saúde, alegando que os mesmos não teriam onde atuar, uma vez que o Tribunal de Justiça do Amazonas havia derrubado uma lei que criava,  na estrutura organizacional do CBMAM, o Subcomando de Pronto Atendimento e Resgate (SUBPAR), unidade onde os concursados deveriam atuar


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.