Segunda-feira, 14 de Outubro de 2019
Manaus

Governo divulga lista de 24 escolas de samba que receberão patrocínio no Carnaval 2015

O resultado preliminar do 1º e 2º lotes finais do Edital de Credenciamento Público para Fomento às Agremiações Carnavalescas para ao Carnaval 2015 já está publicado no Diário Oficial do Estado



1.jpg A cota de patrocínio direcionado ao desfile do Carnaval 2015 acontecerá no Sambódromo nos dias 12 a 14 de fevereiro
30/01/2015 às 10:04

Vinte e quatro Escolas de Samba de Manaus foram credenciadas a receberem a verba do Carnaval 2015, pelo Governo do Amazonas, por meio da Secretaria de Estado da Cultura (SEC). O resultado preliminar do 1º e 2º lotes finais do Edital de Credenciamento Público para Fomento às Agremiações Carnavalescas para ao Carnaval 2015 já está publicado no Diário Oficial do Estado e está postado no site www.editaisculturamazonas.com.

As Escolas de Samba credenciadas do grupo de acesso C são: Império de Mauá, Legião de Bambas, Leões do Barão Açu, Gaviões do Parque Dez e, com ressalvas, a Escola de Samba Coroado. Do grupo B, as escolas são Vila da Barra, Unidos da Cidade Nova e, com ressalvas, Meninos Levados e Mocidade Independente da Raiz.

Já as credenciadas do grupo de acesso A são Beija-Flor do Norte, Império do Havaí, Dragões do Império, Acadêmicos da Cidade Alta, Primos da Ilha e, com ressalvas, Unidos do Coophasa. E, finalmente, as escolas de samba do Grupo Especial credenciadas são Mocidade Independente de Aparecida, Vitória Régia, Reino Unido da Liberdade, Balaku-Blaku, Grande Família, Sem Compromisso, Andanças de Cigano, Alvorada e Império da Kamélia.

A novidade ficou do Grêmio Recreativo Escola de Samba Presidente Vargas, do grupo de acesso B, que não efetuou sua inscrição do edital de credenciamento de patrocínio e do Grêmio Recreativo Escola de Samba Ipixuna, também do grupo de acesso B, que não foi credenciado, por violar os itens “C” e “G” do capítulo IV do Edital de Credenciamento.

Os itens citados falam, respectivamente, da “comprovação de inscrição no CNPJ, há pelo menos 3 anos atualizado, emitida pelo site da Receita Federal e declaração de participação no desfile oficial nos últimos 3 (três) anos” e, do caso que, “se filiada a entidade representativa de grupos ou escolas de samba, deve comprovar não ter dado causa a inadimplência em relação a convênios ou contratos com órgãos públicos no âmbito federal, estadual ou municipal”.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.