Publicidade
Manaus
Manaus

Governo do AM e servidores do Hemoam decidem realizar novas eleições na instituição

A eleição deverá ser realizada de maneira a formar uma lista tríplice, que será submetida ao Governo do Estado para escolha do novo diretor 29/12/2014 às 16:24
Show 1
Acordo vem depois do protesto de cerca de 500 funcionários do Hemoam, realizado nesta manhã contra anulação do pleito anterior
ACRITICA.COM Manaus (AM)

O governador José Melo, o secretário estadual de Saúde, Wilson Alecrim, e representantes da Associação de Servidores da Fundação de Hematologia e Hemoterapia do Amazonas (FHemoam), decidiram nesta segunda-feira (29), de comum acordo, que o atual diretor da instituição, Nelson Fraiji, que encerra a gestão no final deste mês, terá o mandato prorrogado por 90 dias, período durante qual será realizado novo processo eleitoral.

A eleição deverá ser realizada de maneira a formar uma lista tríplice, que será submetida ao Governo do Estado para escolha do novo diretor, como estabelece a Lei Delegada que rege a fundação. O governador assumiu o compromisso de nomear o primeiro colocado da lista tríplice.

A eleição para a presidência da FHemoam, realizada no mês de outubro, foi anulada pelo Governo do Estado, ao constatar indícios de irregularidades. Após análise do recurso do candidato que ficou em segundo lugar, a Assessoria Jurídica da Susam deu pareceu favorável ao cancelamento e encaminhou para apreciação da CGE, que também orientou para a nulidade do processo, que não obedeceu os trâmites estabelecidos pela Lei Delegada que rege a instituição.   

A Susam ressalta que a anulação da eleição tem o objetivo, tão somente, de resguardar a instituição, para que o processo seja transparente e democrático. O assunto entrou na pauta de Melo e Alecrim nesta segunda-feira após aproximadamente 200 funcionários da fundação protestarem em frente ao palácio do Governo pela manhã contra a anulação da eleição para presidência da instituição.

Publicidade
Publicidade