Segunda-feira, 15 de Julho de 2019
Pacote Manaus

Governo Federal recebe pacote de projetos para mobilidade urbana em Manaus

O valor aproximado dos projetos apresentados pelo governador Omar Aziz e prefeito Artur Neto é de R$ 1 bilhão



1.png Ministra Miriam Belchior, em reunião com o governador Omar Aziz(segundo, à esquerda dela) e o prefeito Artur Neto
07/08/2013 às 07:49

O Governo do Amazonas e a Prefeitura de Manaus apresentaram nessa terça-feira(06) aos Ministérios do Planejamento e das Cidades os projetos de mobilidade urbana para a capital do Amazonas com vistas à Copa do Mundo de 2014 e os próximos sete anos. O governador Omar Aziz solicitou mais de R$ 800 milhões de recursos federais para implantar nove projetos dentro do PAC da Mobilidade e o prefeito Artur Virgílio Neto pediu R$ 153 milhões a fim de viabilizar o “Corredor da Copa” em Manaus. Juntos, Governo e Prefeitura pleitearam quase R$ 1 bilhão ao Governo Federal.

Os projetos do Governo do Estado, elaborados pela Secretaria de Estado de Infraestrutura (Seinfra), no programa “Amazonas 2020”, priorizam a mobilidade com foco no transporte público, abertura de novos corredores viários e ampliação de avenidas na capital. Entre as novas propostas do Governo Estadual para a mobilidade em Manaus, está a construção de complexos viários interligando as Zonas Leste a Oeste da capital, um novo complexo para facilitar o fluxo na saída da ponte Rio Negro e outro entre os bairros da Chapada e Parque das Laranjeiras, Zona Centro-Sul. Estão contidos ainda nessas propostas os corredores viários da Avenida do Futuro, da Colônia Antônio Aleixo e dos Franceses, além da interligação da BR-174 com a avenida do Turismo.

“Trouxemos os novos projetos que vão ajudar muito a melhoria da mobilidade em Manaus, que agora serão analisados, projeto a projeto, pelo Ministério do Planejamento e a presidente Dilma Rousseff, e veremos o que será disponibilizado para o Estado do Amazonas. São várias as intervenções que estamos pedindo. Se parte disso que pedimos sair, vai ajudar muito na mobilidade urbana dentro da cidade de Manaus”, afirmou o governador Omar Aziz à imprensa, após reunião com a ministra do Planejamento, Miriam Belchior.

Ação conjunta

O prefeito Artur Neto saiu otimista da reunião que manteve com os ministros do Planejamento, Miriam Belchior, e das Cidades, Aguinaldo Ribeiro, junto com o governador Omar Aziz, para discutir os projetos de infraestrutura a serem desenvolvidos na cidade pela Prefeitura de Manaus e Governo do Estado. A ministra garantiu que o projeto, que prevê repasse federal de R$ 153 milhões para as obras dos “Corredores da Copa”, apresentados no início deste ano, já ajustado às necessidades técnicas do ministério.

Com isso, a liberação do empréstimo pela Caixa Econômica Federal fica mais fácil e poderá sair mais rápido. O prefeito disse que é alta a capacidade de endividamento da Prefeitura de Manaus, um dos requisitos exigidos pela Secretaria do Tesouro Nacional.

“O governador Omar e eu temos trabalhado muito em conjunto em prol da cidade de Manaus. Ele (Omar) tem sido um grande parceiro da prefeitura e também da população manauara nessa busca pela melhoria da infraestrutura da cidade”, disse Artur Neto.

Ações nos corredores da Copa

Ao governador Omar Aziz e ao prefeito Artur Neto, a ministra do Planejamento, Miriam Belchior, disse ontem que o projeto “Corredores da Copa”, a ser implantado em Manaus, contempla tudo o que o Governo Federal quer nas cidades que vão receber jogos da Copa do Mundo: corredores exclusivos para ônibus, calçadas arrumadas, largas, boa identificação, fiscalização eletrônica. “Tudo o que é necessário para aprimorar a mobilidade urbana e melhorar a qualidade de vida da população”.

Segundo o secretário Bernardo Monteiro de Paula, responsável pela coordenação das ações da Copa, a verba de R$ 153 milhões vai acelerar o projeto, que já começou com recursos próprios com o Lote 1, que contempla as avenidas  Djalma Batista, Pedro Teixeira, Turismo, Santos Dumont e o entorno da Arena da Amazônia.

“Com a verba do empréstimo vamos conseguir iniciar os outros quatro lotes, que contemplam as Avenidas Torquato Tapajós, Constantino Nery, Noel Nutels,  Max Teixeira, Boulevard Álvaro Maia, Coronel Teixeira, Avenida Brasil, Autaz Mirim, Recife e Paraíba e 7 de Setembro. Vamos conseguir mudar a cara de Manaus para a Copa e, principalmente, para a população da cidade”, declarou o secretário.

Receba Novidades

* campo obrigatório

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.