Publicidade
Manaus
Manaus

Governo lança nesta terça-feira (16) programa de hospedagem para a Copa de 2014

A medida está deixando preocupado o setor hoteleiro por conta de uma possível “concorrência desleal” com o mercado informal 16/07/2013 às 08:29
Show 1
Ocupação média nos hotéis no primeiro semestre foi de 52% das unidades
Cinthia Guimarães ---

A Empresa Estadual de Turismo (Amazonastur) anuncia nesta terça-feira (16), às 10h, no Hotel Blue Tree, o lançamento do Programa de Hospedagem Alternativa para a Copa do Mundo da FIFA Brasil 2014, que consiste em colocar à disposição dos turistas quartos residenciais para atender à demanda de hospedagem excepcional em Manaus. No entanto, a medida está deixando preocupado o setor hoteleiro, que já enfrenta a baixa ocupação de leitos, por conta de uma possível “concorrência desleal” com o mercado informal.

“Estamos participando desse projeto e temos a preocupação se isso for permanente, porque as empresas hoteleiras geram emprego e pagam impostos. Temos cuidado com projeto para ter começo e fim, ter normas para não atrapalhar o nosso trabalho”, ressaltou  o presidente Associação Brasileira de Indústrias de Hotelaria no Amazonas, Roberto Bulbol.

Segundo a ABIH-AM, o primeiro semestre deste ano fechou com 52% de média na ocupação da rede hoteleira local, o que é considerado baixo. “O ideal seria 65% de frequência em nossos hotéis, onde as diárias não estão sendo reajustadas. Os hotéis estão sucateando as diárias com promoções, fazendo a qualidade cair”, alerto Bulbol.

Entre os motivos da baixa ocupação hoteleira alertados pela entidade estão a falta de atrativo turístico em Manaus, a deficitária infraestrutura da cidade e a ausência de eventos que tragam movimento de turistas para cá.

O Amazonas possui atualmente 5 mil apartamentos e 11.300 leitos de hotéis. Até o ano que vem, serão 6,2 mil apartamentos e 13.500 leitos. São 56 hotéis associados à ABIH-AM.

Projeto

Para participar do Programa de Hospedagem Alternativa, o imóvel terá que ter pelo menos três unidades habitacionais. Dessa forma, a Amazonastur vai promover uma grande campanha publicitária para divulgar um edital aos interessados em colocar seus imóveis à disposição da Copa.

Segundo o secretário da Unidade Gestora da Copa de 2014 no Amazonas, Miguel Capobiango, que está participando da formatação do projeto, as pessoas devem enxergam isso como uma oportunidade de negócio.

Publicidade
Publicidade